‘Bloco da Limpeza’ participa da abertura do Folia de Rua

Por - em 23

A diversão vai tomar conta das ruas do Centro de João Pessoa nesta sexta-feira (5). É que o Bloco da Limpeza, formado pelos servidores da Autarquia Especial Municipal da Limpeza Urbana (Emlur), vai mostrar que pode unir a alegria, a descontração com a consciência ambiental. O bloco desfila pelo quinto ano mostrando à população a importância da preservação do meio ambiente para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

A concentração do bloco será no Ponto dos Cem Réis a partir das 19h e terá a animação de um mini trio-elétrico. A saída está marcada para as 22h seguindo pelas Avenidas Visconde de Pelotas, General Osório, cruzando a Rua Duque de Caxias, retornando à praça no fim do percurso, para o show do cantor Alceu Valença e de artistas da terra, programado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), na abertura do Projeto ‘Folia de Rua’.

O desfile será comandado pela orquestra de frevo Spock que além do repertório de carnaval, tocará o hino do bloco ‘João Pessoa, Cidade Limpeza’, de composição do maestro Carlos Anísio. A canção foi gravada pelo Coral da Emlur em conjunto com a orquestra e animará os servidores ao longo do percurso.

Novidades – Este ano, o Bloco da Limpeza será animado também por duas alegorias. Uma delas será o boneco R-Ciclo que possui cerca de três metros e tem uma estrutura produzida a partir de materiais recicláveis, como embalagem de isopor, jornal velho e cabo de vassoura. Segundo Chico Viola, artista plástico da oficina de Artes da Emlur e criador do boneco, a ideia é mostrar que é possível dar uma nova vida útil ao lixo. “O nome do boneco sugere exatamente a mensagem dos 3 R’s desenvolvida pelo setor de educação ambiental da Emlur: reciclar, reutilizar, reaproveitar”, explicou.

O boneco é considerado arrojado por seu criador já que possui três pontos de articulação móvel. “O boneco pode virar o rosto e os dois braços e uma pessoa é capaz de manipulá-lo”, disse. Além dos materiais já citados, o artista também utilizou garrafas pet, latas de alumínio, espuma e fios de telefone.

Outra estrutura que vai fazer a festa dos foliões da Emlur será uma alegoria em forma de casa, semelhante a um dragão chinês, com imagens dos projetos desenvolvidos e executados pela Emlur para deixar João Pessoa sempre limpa e bonita. A alegoria foi concebida pelo artista plástico Elionai Gomes. Segundo Antonia Iranilde, coordenadora na Direção de Arte e Cultura (Diac) da Autarquia, o desfile desse ano levará a representação da Emlur na cidade. “O tema será o papel social da Emlur em João Pessoa”, explicou.

Para o superintendente da Emlur, Coriolano Coutinho, o bloco foi idealizado como forma de festejar o carnaval e de promover uma maior integração entre os servidores da Emlur. “Além da integração entre os servidores e familiares, o bloco também tem como objetivo chamar atenção da população para o cuidado com o meio ambiente, colaborando com a coleta seletiva do lixo e com a reciclagem”, disse o titular da pasta, animado para cair na folia nesta sexta-feira.

Adereços – A oficina de Artes da Emlur também vem se preparando para a folia. Foram várias as máscaras, colares, tiaras, sombrinhas de frevo e perucas confeccionados especialmente para os foliões da Emlur. Os adereços foram produzidos materiais como plástico, papel, alumínio e vidro, que são diariamente descartados como lixo. Utilizando esses produtos, a Emlur leva para o carnaval uma mensagem ecológica e social da necessidade de se dar uma nova vida útil aos materiais consumidos e descartados. Além dos enfeites, os artesões e artistas plásticos da oficina customizaram roupas para os servidores que queriam um visual diferente para desfilar pelo bloco. Os preparativos começaram desde o início de janeiro.

Prévia – A prévia do bloco foi realizada na quarta-feira (3), na sede da Autarquia, com um esquenta tambores que contou com a participação da orquestra de frevo e serviu de preparação para mostrar aos servidores o novo estandarte confeccionado pelo artista plástico da Oficina de Artes da Emlur, Elionai Gomes, e a camiseta 2010.