‘Dançando na Estação’ exibe grupo ‘Tap Arretado’ na estréia, domingo

Por - em 32

‘Dançando na Estação’ é o nome do projeto que vai acontecer mensalmente na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, realizado numa parceria entre a Divisão de Dança da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e a direção do complexo arquitetônico assinado por Oscar Niemeyer.

A estréia é neste domingo (19), a partir das 17h, no Auditório da Estação, com apresentação do grupo ‘Tap Arretado’, da cidade de Lucena (PB), mostrando o ‘sapateado americano’.

Na ocasião, acontece uma exibição de dança de salão, com os professores dançarinos Marlyson Barbosa, Ísis Moraes e Eugra Souto, envolvendo os estilos bolero, forró e zouk.

‘Tap Arretado’ – O Grupo de Sapateado ‘Tap Arretado’ é uma ação sócio-cultural educativa realizada desde 2005, sob a direção e coreografia da professora Alessandra Mello, que envolve atualmente 50 crianças e jovens de 6 a 18 anos, do município de Lucena. O objetivo é promover a inclusão social, a auto-estima, a cidadania e principalmente a qualidade de vida, através da arte de dançar o ‘sapateado americano’.

A companhia de dança já é destaque no município litorâneo e em outras localidades, realizando exibições em eventos e programações culturais, a exemplo da ‘XIII Mostra Estadual de Teatro e Dança’, ocorrida em 2006, no Teatro Santa Roza; Conferência Estadual das Crianças e Adolescentes, Circuito Cultural das Praças e Novembro da Dança, em 2007.

Em 2008, o grupo apresentou o espetáculo ‘Os Saltimbancos de Lucena’, na cidade de origem, e também no XII Festival Nacional de Arte (Fenart), na IV Aldeia Sesc da Cena Comunitária e no II Fórum Paraibano de Saúde e Prevenção nas Escolas, este realizado na Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Este ano, o grupo exibiu o espetáculo ‘A Casa Mágica’ e participou do Primeiro Seminário Internacional sobre Exclusão, Inclusão e Diversidade na Educação, realizado também pela UFPB.