‘Meu Bairro é Limpeza’ volta a beneficiar o Alto do Mateus

Por - em 43

A Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) retomou nesta segunda-feira (3) o projeto ‘Meu Bairro é Limpeza’ no Alto do Mateus. Através dessa iniciativa são realizadas ações de higienização e de educação ambiental em diversas localidades da cidade. Estão envolvidos na ação 160 servidores da Emlur e serão utilizadas no bairro 750 toneladas de material produzido pela Usina de Resíduos Sólidos da Construção Civil (Usiben), com o aproveitamento de metralha de construção civil, para reparo de ruas.

As ações de varrição, capinação, roço, coleta e pintura de meio fio dentro do bairro estão a cargo de 120 agentes de limpeza e a previsão é que todo o trabalho seja concluído até o final desta semana. Antes de a Emlur realizar as ações de limpeza no Alto do Mateus, os servidores do Centro de Zoonoses promoveram a desratização dos terrenos baldios, evitando assim que estes vetores transmissores de doença entrem nas casas e estabelecimentos comerciais.

Recuperando ruas
– O Alto do Mateus também terá ruas reparadas com material que foi produzido pela Usiben. Na usina se pega restos da construção civil, conhecidos popularmente como metralha, processa e os transforma em novo material, que é utilizado para os mais diversos fins. “A metralha, que antes era um problema ecológico – porque era comumente depositado em áreas de preservação – e de saúde pública – porque atrai vetores causadores de doenças -, agora está sendo processada pela Usiben e utilizada em obras que beneficiam a população”, comentou o diretor de Operações, Orlando Soares. Ele lembrou ainda que a recuperação das vias está sendo realizada com o auxílio da Secretaria de Infra-Estrutura (Seinfra).

Educação ambiental – Paralelo a esse trabalho, 30 fiscais e 10 educadores ambientais da Emlur realizam no bairro ações de educação ambiental. Eles abordam a população local explicando os prejuízos gerados à saúde pública e ao meio ambiente ao se depositar lixo em local inadequado. Os servidores ainda explicam a forma correta de se acondicionar os resíduos e tiram dúvidas sobre dias e horários da coleta. Também foi montada dentro do bairro uma tenda, onde a população pode fazer solicitação de serviços referentes à Emlur e a outras pastas da gestão municipal.

A superintendente da Emlur, Laura Farias Gualberto, explicou que o projeto tem o objetivo de deixar a cidade cada vez mais limpa e aproximar a gestão e os serviços oferecidos por ela da população. “É importante destacar que, seguindo a orientação do prefeito Ricardo Coutinho (PSB), nós trabalhamos de forma integrada nesse projeto, ou seja, envolvemos várias secretarias em uma mesma ação”, comentou.