“Jampa Digital” beneficia cerca de 30 mil internautas na Capital

Por - em 48

Um levantamento realizado pelos técnicos da Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia (Secitec) revela que o projeto “Jampa Digital”, da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), beneficia cerca de 30 mil pessoas. O projeto oferece acesso gratuito à Internet através da banda larga e foi implantado inicialmente na orla da Capital em março. Há menos de um mês, o acesso foi estendido para o bairro de Mangabeira, mais precisamente nos arredores da praça do Coqueiral.

A iniciativa da Prefeitura é pioneira em todo o Brasil e nesta primeira etapa do “Jampa Digital”, a previsão é que até dezembro de 2010, cerca de 35% da população da Capital seja beneficiada com o projeto. Para implementar o processo de inclusão digital da população, a Prefeitura disponibiliza 26 Estações Digitais. Segundo o coordenador do projeto da Estação Digital, José Izidro Alves, atualmente estão matriculados 920 alunos nos telecentros . Ele informa que aproximadamente 1.200 pessoas são atendidas nas estações por mês. “Estamos muito felizes com o trabalho desempenhado, pois é uma demanda que procura espontaneamente nossos serviços. A aceitação do Jampa Digital revela que a Prefeitura de João Pessoa está no caminho certo de possibilitar à todas as pessoas o acesso gratuito à Internet ”, salientou.

O que é o projeto – O “Jampa Digital” se constitui no acesso à Internet sem fio, através de banda larga gratuita. Para acessar basta o usuário possuir um computador portátil (notebook ou laptop), celulares e smartphones com tecnologia de conexão WI FI (Sem fio). O serviço pode ser acessado num raio de 500 metros a partir da praça do Coqueiral.
Para acessar basta abrir uma conexão com a Rede WI FI (Sem Fio ) e fazer um cadastro na página inicial do Jampa Digital; receber uma senha e pronto, o usuário navega a vontade. Para os próximos acessos é só colocar a senha no campo indicado na página.
Segurança – Outro ponto de destaque no projeto é a tecnologia utilizada, o que garante ao usuário total proteção com relação a transferência de dados e navegação. Uma das medidas de segurança é o cadastramento do usuário, que terá uma senha e login para acessar a rede.
Além da praça do Coqueiral, em Mangabeira, a população pode acessar o “Jampa Digital” na Estação Cabo Branco; no trecho entre a Feirinha de Tambaú e a praia do Cabo Branco; e na praça do Rangel. Para maiores detalhes sobre o projeto basta acessar o portal da Prefeitura (www.joaopessoa.pb.gov.br) onde também é possível realizar o cadastro para o “Jampa Digital”.

Estações Digitais – Na semana passada, o Governo Federal aprovou a implantação de dez novas Estações Digitais em João Pessoa. Pelo planejamento da Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia (Secitec) esses novos telecentros deverão ser implantados no mercados Central, de Cruz das Armas e do Castelo Branco; nos bairros do Grotão, Monsenhor Magno e Varadouro. O coordenador do projeto das Estações Digitais, José Izidro, explica que os demais locais serão definidos de acordo com a necessidade apresentadas pelas comunidades de João Pessoa, após prévio estudo feito pelos técnicos da gestão municipal.