‘Vértice’ traz espetáculos de Santa Catarina e Rio de Janeiro à JP

Por - em 51

A programação de espetáculos do projeto ‘Vértice’ do mês de outubro começa nesta quinta-feira (13) e vai até domingo (16). Nos dois primeiros dias, o público poderá assistir à dança-instalação “Territórios Imaginários”, da Siedler Companhia de Dança de Santa Catarina, em duas sessões – às 19h30 e às 21h. Nas noites restantes, será encenada, às 20h, a peça vencedora do Prêmio Shell 2010, “Savana Glacial”, do grupo carioca Físico de Teatro. As apresentações acontecem no Teatro Santa Roza. A realização é da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

O espetáculo “Territórios Imaginários”, que será apresentado no Teatro Santa Roza em duas sessões para 20 pessoas cada, é fruto da parceria da Siedler Companhia de Dança com o Arco Projetos em Arte, de Monica Siedler e Roberto Freitas. O trabalho resulta de reflexões sobre a subjetividade contemporânea, principalmente no que se refere à corporeidade construída a partir da experiência gerada por dispositivos de poder. O objetivo é propiciar um ambiente gerador de desconfortos sutis nos corpos dos dançarinos e da plateia.  É uma discussão sobre modos de subverter um ambiente de imposições não explícitas.

A Siedler Companhia de Dança foi criada em 2003, na cidade de Florianópolis (SC), por Elke Siedler e pelo compositor, produtor musical e vocalista Alexei Leão. O grupo desenvolve pesquisas em artes cujo foco é a dança contemporânea em diálogo com diversas linguagens.

Entre os prêmios conquistados pela Companhia está o de Dança Klauss Vianna, em 2006, com o projeto de pesquisa de “Error Solo”. Em 2009, também ganhou o Prêmio Edital Elisabete Anderle, da Fundação Catarinense de Cultura, para a montagem da dança-instalação “Territórios Imaginários”, espetáculo que também será encenado dentro do projeto ‘Vértice’, em João Pessoa.

“Savana Glacial” – A peça teatral é ganhadora do Prêmio Shell 2010, indicada ao Prêmio APTR do Rio de Janeiro, por melhor texto, e eleita um dos dez melhores espetáculos de 2010 pelo jornal “O Globo”. O espetáculo revela as arestas de amores partidos, perdidos no tempo e na memória, em uma trama urdida entre a realidade e a ficção.

Esse é o segundo trabalho para os palcos do grupo Físico de Teatro, que convidou o dramaturgo Jô Bilac, apontado no meio artístico como um dos mais promissores nomes da nova safra de autores cariocas. Na trama, dirigida por Renato Carrera, o casal Michel e Meg, interpretados por Renato Livera e Andreza Bittencourt, muda-se com o objetivo de resgatar a vida amorosa após um acidente que deixou Meg com perda de memória recente.  No novo apartamento, eles conhecem a jovem maquiadora Aghata, interpretada pela atriz Camila Gama, que transformará definitivamente a vida dos dois.

O último personagem é o misterioso motoqueiro Nuno, vivido pelo ator Diogo Cardoso, que completa a intrigada relação entre quatro indivíduos, numa encenação de humor e suspense, onde o jogo entre realidade e ficção se torna cada vez mais explícito, patético e perigoso. A idealização da peça é de Camila Gama e Renato Livera, com direção de Renato Carrera.

Oficinas – Na quinta-feira (13) e sexta-feira (14), pela manhã, será realizada uma oficina de dança contemporânea com a bailarina e coreógrafa Elke Siedler. As aulas serão voltadas a estudantes e profissionais da área. A proposta é pesquisar as relações com o espaço-tempo, objetivando ampliar as possibilidades criativas do dançarino. O trabalhado consistirá em sequências de performances com o corpo deitado no chão, acrobacias, improvisação estruturada e relaxamento.

‘Vértice’, o ponto comum entre duas expressões e artísticas – O novo projeto da Funjope, que começou em setembro, reúne todos os meses ações de teatro e dança. A programação inclui oficinas e espetáculos em espaços públicos, a exemplo de praças, ruas e teatros.

Confira abaixo a programação completa de outubro:

QUINTA-FEIRA (13)

Oficina com a Siedler Companhia de Dança

Hora: 9h às 12h

Local: Escola de Dança do Teatro Santa Roza

Espetáculo Dança-instalação “Territórios Imaginários” (Siedler Companhia de Dança)

Hora: 19h30 e 21h (duas sessões para 20 pessoas cada)

Local: Teatro Santa Roza

SEXTA-FEIRA (14)

Oficina com a Siedler Companhia de Dança (continuação das aulas de quinta-feira)

Hora: 9h às 12h

Local: Escola de Dança do Teatro Santa Roza

Espetáculo Dança-instalação “Territórios Imaginários” (Siedler Companhia de Dança)

Hora: 19h30 e 21h (duas sessões para 20 pessoas cada)

Local: Teatro Santa Roza

SÁBADO (15)

“Savana Glacial”

Hora: 20h

Local: Teatro Santa Roza

DOMINGO (16)

“Savana Glacial”

Hora: 20h

Local: Teatro Santa Roza