‘Vozes da Infância’ se apresenta com repertório sacro e de Jackson do Pandeiro

Por - em 87

O coral ‘Vozes da Infância’, que funciona como atividade complementar da Escola Municipal de Artes/Casa das Artes da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e tem a coordenação de Luiz Carlos Vasconcelos, se apresenta nesta sexta-feira (8), no ginásio poliesportivo do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê), durante a realização do VII Colóquio em Educação’, em Água Fria.

As crianças do coral irão mostrar ao público, quatros canções, sendo duas peças do repertório sacro e duas de autoria de Jackson do Pandeiro, sendo dois dos maiores sucessos do artista: “Na base da chinela” e “Chiclete com banana”. A apresentação terá início às 14h e, além das músicas, o coral irá fazer uma demonstração teatral durante a performance.

“Quem for comparecer à apresentação irá se deparar com uma performance surpreendente”, adianta Luiz Carlos.

Vozes da Infância – O coral conta com a participação de 80 crianças com idade a partir dos sete anos. A primeira apresentação do grupo ocorreu em dezembro de 2010, em uma apresentação no Busto de Tamandaré, que reuniu grande quantidade de espectadores.

Luiz Carlos Vasconcelos, coordenador do coral, revela que foram cerca de três meses de preparação. “Aproximadamente 150 crianças se inscreveram e temos descoberto muitos talentos. Crianças que não eram afinadas e hoje cantam em latim”, afirma.

As crianças assistem às aulas de canto e teatro na sede no Paço Municipal, no Centro de João Pessoa, três dias por semana. “Essas crianças não podem ficar paradas e mesmo que a sede da Escola Municipal de Artes ainda não tenha sido concluída, damos todo o suporte a elas”, afirma Luiz Carlos Vasconcelos.

O esforço do coordenador do coral e das crianças tem dado resultado. Até o final deste ano, já estão programadas apresentação em outras cidades paraibanas e também fora do Estado. “Faremos apresentações em Sousa, na Paraíba e também no Rio de Janeiro, além de outros convites”, revela.

Escola Municipal de Artes – Música, teatro, dança e artes visuais são as atividades básicas desenvolvidas que fazem parte da implantação da Escola Municipal de Artes. O artista Luiz Carlos Vasconcelos é o coordenador de implementos da escola e o responsável pela pesquisa do projeto que resultou na implantação da escola. Ele atua no projeto desde 2007.

Enquanto a sede definitiva não fica pronta – as obras devem ser concluídas em outubro -, as atividades do Coral Vozes da Infância acontecem na sede do Paço Municipal. “A sede é importante, mas essas crianças têm que ter contato com as artes. Por isso, estamos em uma sala improvisada, mas acredito que no final do ano estaremos devidamente instalados”, prevê Luiz Carlos. A sede oficial da Escola Municipal de Artes irá funcionará na Praça Antenor Navarro, no bairro do Varadouro.

Na escola, os alunos têm contato com as quatro vertentes artísticas – música, teatro, dança e artes visuais -, podendo optar por uma delas no ciclo intermediário. Ao todo, são quatro anos de estudos artísticos, que funciona como um estudo continuado simultâneo ao ensino regular de ensino.