12ª região orçamentária prioriza renda e educação para 2010

Por - em 39

Os moradores dos bairros que compõem a 12ª região do Orçamento Democrático lotaram na noite da quinta-feira (19), o ginásio da Escola Municipal Raimundo Nonato Batista no Condomínio Residencial Gervásio Maia. Representantes dos bairros de Gramame, Engenho Velho, Ponta de Gramame, Colinas do Sul II, Colinas do Sul, Conjunto Residencial Marines e do Gervásio Maia estavam presentes e colocaram os problemas de suas comunidades ao prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB). O público elegeu como prioridades para o orçamento público de 2010, a melhoria da infraestrutura (com 207 votos), mais trabalho e renda (161) e educação, com 156.

As atividades tiveram início com a exibição de um vídeo a respeito das obras e serviços realizados pela Prefeitura da Capital (PMJP) em toda a 12ª região, com destaque para o próprio Residencial Gervásio Maia e os benefícios que o núcleo vem recebendo, a exemplo da Escola Raimundo Nonato Batista, que atende 1.250 alunos; o Centro de Referência em Educação Infantil (Crei) Luzia da Taipa, com capacidade para atender 120 crianças, e a construção da Praça da Esperança, entregue pelo prefeito na noite desta sexta-feira (20).

Durante a plenária, foi apresentado o coordenador do Orçamento Democrático recém implantado do município paraibano de Santarém, Joaquim Miguel, que veio conhecer mais de perto o trabalho realizado pela PMJP. Segundo Joaquim, em abril próximo o OD de Santarém já estará abrindo seus trabalhos.

Ações – A coordenadora do OD, Ana Paula Almeida, seguiu enumerando algumas ações realizadas pela Prefeitura, como: a melhoria da quadra de esportes da Escola Municipal Antenor Navarro, a implantação de um Centro de Referência de Assistência Social (Cras), pavimentação e recapeamento de ruas, Cinturão Verde e Pro-Hort, curso de cabeleireiro e de trabalho doméstico, Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios (Empreender-JP), Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf) com 63 beneficiados e a implantação de equipes do Programa Saúde da Família (PSF), entre outras.

Falou ainda da importância do processo que começa no mês de maio, com a eleição para os novos delegados do Orçamento, que representarão as regiões orçamentárias. Em seguida, foi aberto espaço para a população reivindicar benfeitorias para seus bairros.

As reivindicações mais frequentes foram a melhoria da infra-estrutura, transporte coletivo, iluminação e o transporte escolar. Em relação a esta última, o prefeito Ricardo Coutinho esclarecer ser responsabilidade do Estado, a quem os estudantes deveriam pleitear o direito.

Investimentos – O prefeito falou ainda de R$ 30 milhões investidos em saneamento; das mais de 500 ruas calçadas; de R$ 9 milhões de reais investidos na geração de emprego e renda na Capital; mais recursos para saúde, educação, esporte e lazer, ressaltando a importância da construção e reforma de praças que resulta na socialização nesses espaços. Destacou as 20 estações digitais implantadas na cidade, que hoje formam 3.600 pessoas em cursos básicos de informática, e previu a criação de mais 20 desses telecentros; o Empreender para Portadores de Necessidades Especiais; as novas equipes do Programa Agente Comunitário (PACS), entre outras iniciativas.