9ª Meia Maratona reúne 800 atletas na orla da Capital

Por - em 36

A 9ª Meia Maratona Cidade de João Pessoa reuniu cerca de 800 atletas entre amadores e profissionais na orla da Capital na manhã deste domingo (8). Segundo o coordenador geral do evento, Ernane Júnior, o número ficou bem acima da expectativa dos organizadores. Muitos atletas de outros estados e países prestigiaram a corrida, incluindo corredores da Alemanha e Estados Unidos. A Prefeitura da Capital ofereceu uma premiação total para os primeiros colocados de cada categoria no valor de R$ 19.500,00.

O prefeito Luciano Agra prestigiou a 9ª Meia Maratona Cidade de João Pessoa e aproveitou para reafirmar o engajamento da administração municipal na execução de políticas públicas que envolvam a promoção do esporte e seus eventos. “Me alegra muito estar aqui e constatar o sucesso da competição, porque isso demonstra que o esporte dá certo na nossa cidade”, disse.

Agra confirmou que em breve a prefeitura inaugurará um novo centro de treinamento do bairro Valentina Figueiredo, dotado de toda infraestrutura, incluindo uma pista de atletismo profissional. “João Pessoa tem potencial muito grande para eventos esportivos e não é à toa que executamos diversas ações e programas que abraçam essa causa”. Ele citou como exemplos a transformação de campos de várzea em campos estruturados para moradores de diversos bairros e a recuperação de outros, como o Campo da Graça.

A largada da meia maratona aconteceu às 8 horas, em frente ao Busto de Tamandaré, na Praia de Tambaú. Os atletas que disputaram a categoria de cadeirantes foram os primeiros a largar. João Pereira da Penha Filho, 40 anos, mora no bairro da Torre e já participou diversas vezes da disputa. Ele usa uma cadeira de rodas feita para jogos de basquete por não condições para comprar uma que seja adequada à corrida, mas diz que apesar das dificuldades tem prazer em competir. “A prefeitura está de parabéns por apoiar o esporte. É muito bom”.

Novo percurso – Este ano a 9ª Meia Maratona Cidade de João Pessoa teve o percurso alterado em alguns trechos. Os participantes largaram do Busto de Tamandaré, seguiram pela Avenida Cabo Branco, passaram pela Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, continuaram na Avenida Hilton Souto Maior (estrada da Penha), retornaram pelo contorno próximo ao Detran, em Mangabeira, e fizeram o mesmo percurso de volta.

Segundo João Corujinha, secretário de Juventude, Esportes e Recreação (Sejer) da Capital, este ano a prefeitura buscou um trajeto que deixasse os participantes mais próximos à orla, tornando a corrida mais agradável. “A administração municipal busca, a cada ano, aperfeiçoar e dar melhores condições tanto para os participantes da corrida quanto para quem vem assistir ao evento”, disse. Para garantir a tranqüilidade do percurso a STTrans isolou toda a área e abriu alternativas para que os motoristas não fossem prejudicados.

Exemplo de superação – Maria do Carmo Queiroz teve o cuidado de amarrar bem os cadarços do tênis antes de se enfileirar no pelotão da melhor idade que largou na manhã desse domingo, 8, na disputa da 9ª Meia Maratona Cidade de João Pessoa. Aos 76 anos de idade, a pessoense se orgulha de ter participado de todas as edições do evento que já virou símbolo esportivo das comemorações pelo aniversário da Capital.

Triatleta, Maria do Carmo compete em outros estados e chegou a conquistar um campeonato sulamericano, em Porto Alegre/RS, na modalidade meia maratona, em 1998. Participante de oito corridas da São Silvestre, em São Paulo/SP, ela se declarou satisfeita com a organização da Prefeitura de João Pessoa na realização da 9ª Meia Maratona: “isso é muito bom para nós, atletas ou amadores do esporte e incentiva novos ingressos”.

Norma Lane, de 54 anos, mora na cidade de Recife, mas não perde uma edição da meia maratona e disputou este ano a categoria na faixa etária entre 50 a 54 anos. “Esta é a minha 724ª corrida”, disse orgulhosa. “Essa meia maratona é dez e a Prefeitura de João Pessoa está de parabéns pela organização e por incentivar eventos esportivos como esse”.

Resultado:

CATEGORIA GERAL 21 KM:

MASCULINO:

1º. José Pereira da Silva

2º. Josivan dos Santos Carvalho

3º. Edson Amaro dos Santos

4º. José Everaldo da Silva Mota

5º Pedro Ferreira

FEMININO:

1º. Marluce Queiroz

2º Josefa Monteiro Melo

3º. Sandra Maria da Silva

4º. Edilene Guedes de Lima

5º. Cristiane Alves Xavier


CATEGORIA GERAL 7 KM:

MASCULINO:

1º. José Daniel Dantas

2º. Djalma Pereira

3º. Gileno Bezerra da Silva

FEMININO:

1º. Tereza Madalena Costa da Silva

2º. Erivanete dos Santos

3º. Fabíola de Souza

Premiação:

Geral Masculino e Feminino

1º – R$ 1.300,00 + troféu
2º – R$ 1.000,00 + troféu
3º – R$ 800,00 + troféu
4º – R$ 500,00 + troféu
5º – R$ 300 + troféu

Faixa etária Masculino/Feminino

1º – R$ 150,00 + troféu
2º – R$ 100,00 + troféu
3º – R$ 50,0 0 + troféu

Categoria Geral, Servidor Público Municipal e Cadeirantes (7 km)

1º – R$ 350,00 + troféu
2º – R$ 250,00 + troféu
3º – R$ 150,00 + troféu

Prova ciclística – A Prova Ciclística 5 de Agosto, edição 2010, contou com ciclistas que fizeram um percurso de 80 km. A saída foi às 8h , em frente à Estação Cabo Branco, seguindo pela PB 008. O evento foi realizado pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da Sejer, em parceria com a Federação Paraibana de Ciclismo e Confederação Brasileira de Ciclismo.

A prova vale para o ranking nacional na especialidade Ciclismo de Estrada e foi dividida em três categorias (Elite, Júnior e Master A/Master B, Feminino e Moutain Bike/Juvenil, Master C e Estreante). Assim como a meia maratona, a prova ciclística teve apoio e suporte das equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e agentes da STTrans (Superintendência de Transportes e Trânsito) e Guarda Municipal.