Abertura dos Jogos Escolares de JP reúne mais de 50 escolas

Por - em 38

Cerca de dois mil alunos representando 52 escolas participaram da abertura dos 4º Jogos Escolares Municipais de João Pessoa, que aconteceu na tarde desta sexta-feira (18), no Esporte Clube Cabo Branco. Até o mês de dezembro as competições que acontecem em 11 modalidades esportivas – futsal, natação, atletismo, vôlei de quadra e praia, futebol de campo, handebol, basquete, ginástica rítmica, xadrez e beach soccer – devem movimentar as escolas, incentivar os alunos na prática de esportes e ainda revelar novos valores.

Na abertura houve a apresentação das atletas que formam o grupo de ginástica rítmica de João Pessoa, esporte que vem recebendo incentivo da Prefeitura da capital. A abertura foi prestigiada por muitos estudantes, secretários municipais e apreciadores do esporte.

Durante quase três meses, cerca de 2 mil atletas da rede municipal de ensino que cursam o ensino fundamental e médio participam de jogos realizados às quintas, sextas e sábados em ginásios de escolas municipais. Por ser realizada durante a estação das flores, a competição ficou conhecida por ‘Jogos da Primavera’.

A realização é das secretarias municipais de Educação (Sedec) e de Esportes (Sejer). O objetivo é promover e melhorar a programação física das escolas e valorizar os atletas. Durante as competições, os atletas demonstram os seus talentos e têm a chance de representar a Paraíba em competições nacionais, como acontece atualmente com os alunos das escolas municipais Castro Alves e João Santa Cruz, que estão representando João Pessoa nas Olimpíadas Escolares do Brasil, em Poços de Caldas (MG).

O desfile das delegações antecedeu apresentações culturais com o grupo de dança e o desfile da rainha dos Jogos – Luiza dos Santos, de 16 anos, jogadora de futsal – e juramento do atleta. A primeira competição terá início já na próxima semana, no ginásio da Escola Durmeval Trigueiro Mendes (Rangel). Os primeiros jogos serão disputados entre as escolas João Santa Cruz (Novais) e Castro Alves (Funcionários I); Hugo Moura (Mandacaru) e Duque de Caxias (Costa e Silva).