Emlur faz trabalho de conscientização com moradores do Costa e Silva

Por - em 72

Os agentes de limpeza, fiscais e educadores ambientais da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) seguem, no Conjunto Costa e Silva, realizando mais uma etapa do projeto “Meu Bairro é Limpeza”. Durante uma semana, são executados serviços de limpeza e conscientização nas ruas do bairro visitado. A ação teve início na última terça-feira (7) e deve prosseguir até esta sexta (10).

De acordo com a diretora do Departamento de Valorização e Recuperação de Resíduos Sólidos (Devar), Carol Estrela, a ação apresenta aos moradores as suas responsabilidades no trato do lixo domiciliar. “Queremos mostrar à população que ela tem papel fundamental na manutenção da limpeza urbana”, disse. Segundo explica, o trabalho de varrição e coleta desenvolvido pelo poder público é apenas um intermediário entre a produção e separação do lixo na casa do cidadão até o destino final desse resíduo, no aterro sanitário ou nas usinas de reciclagem.

A dona de casa Maria da Penha mora no Costa e Silva há cerca de três anos e foi uma das primeiras a receber a visita da equipe de educação ambiental da Emlur. A moradora conversou com os educadores e reconheceu não ter o costume de separar os resíduos que produz em casa. “Às vezes, separava algumas garrafas e latinhas, mas, agora, vou tentar separar e dar um destino correto ao lixo que produzimos”, garantiu.

Os educadores ambientais também conversaram com Severina Carvalho, que mora no bairro desde a sua fundação. Severina afirmou que não entende o motivo de as pessoas continuarem jogando lixo na rua, já que a coleta passa regularmente pelo local. Após receber o panfleto do mascote da Emlur, Limpinho da Silva, a moradora, que desconhecia alguns dos projetos desenvolvidos pela Autarquia, garantiu que leria as informações sobre a coleta seletiva, o descarte do óleo de cozinha e o recolhimento de entulhos e podas.

Cobertura – O cronograma da ação é montando de acordo com a situação encontrada pelos fiscais da Emlur e, após os primeiros dias, pode sofrer alterações para atender solicitações da população. As equipes seguem visitando as principais vias do bairro e já passaram pelas ruas Jornalista José Ramalho, Francisco de Assis Nóbrega, Desembargador Braz Baracuhy, Elias da Costa Ramos e Graciliano Delgado.