Ação de Saúde e Cidadania beneficia moradores da Ilha do Bispo

Por Jô Vital - em 10599

Há seis anos, a dona de casa Maria do Livramento Rodrigues mora na Ilha do Bispo, num apartamento que foi entregue pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). Dona Maria cultiva plantas medicinais em vasos na varanda do apartamento e aproveitou para pegar uma muda de planta nativa, na Tenda Verde, na manhã deste sábado (14), na programação da Ação de Saúde e Cidadania da PMJP, que beneficiou as famílias do Residencial Maria Salete, mais conhecido como Residencial Sassá. O prefeito Luciano Cartaxo esteve presente para acompanhar as atividades.

Para o prefeito, esse é um excelente momento para que a população tenha conhecimento dos serviços que são prestados pela PMJP. “É também uma oportunidade para quem não tem tempo, para quem trabalha de segunda à sexta-feira. Os serviços disponibilizados chegam até a população numa manhã de sábado, beneficiando as mães de família que trabalham e não têm como levar o filho até o posto de saúde”, afirmou Luciano Cartaxo.

Equipes de diversas secretarias participaram da ação, entre elas a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres, Guarda Municipal da Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Semusb), Semam e Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob).

Dona Maria recebeu as orientações de um técnico da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), que explicou como a planta que ela recebeu deve ser cuidada. Para ela, as árvores contribuem para o bem-estar da população e algumas plantas podem ser úteis para a nossa saúde. “Eu tenho em casa pé de mastruz, de arruda, erva cidreira. Graças a Deus tenho meu canto e é nesse espaço que cultivo minhas plantas”, contou.

As crianças também foram beneficiadas com brincadeiras e ações educativas. A equipe da Guarda Municipal apresentou o Teatro de Fantoches, com um esquete educativo. Já os educadores da Semob fizeram pintura no rosto das crianças, enquanto falavam sobre educação para o trânsito.

As equipes da SMS levaram serviços de aferição de pressão, glicemia, teste rápido para detecção de sífilis e HIV, atendimento médico, aplicação de vacinas, fisioterapia e reeducação postural, atendimento odontológico e auriculoterapia, técnica da medicina oriental que promove bem-estar por meio de estímulos na orelha.

A secretária-adjunta da Saúde, Ana Giovana Medeiros, explicou que praticamente todos os serviços da SMS são disponibilizados durante as atividades da Ação de Saúde e Cidadania. “É um momento em que saímos dos gabinetes e temos contato direto com as pessoas, orientando, dando os primeiros encaminhamentos quando verificamos que é preciso um acompanhamento médico. É sempre muito produtivo e a gente percebe que as pessoas se sentem mais seguras quando saem daqui”, concluiu.