Ações de combate ao tabagismo continuarão em Centros de Referência

Por - em 30

Nesta quarta-feira (29), Dia Nacional de Combate ao Fumo, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) realizou várias atividades relacionadas ao tema, no Busto de Tamandaré, orla da Capital. No local, equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) orientaram a população sobre os malefícios ocasionados pelo uso do cigarro, fechando o ciclo de ações e debates realizados Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) desde a semana passada.

As atividades começaram no último dia 20, com uma atividade do médico Alexandre Negri, presidente da Sociedade Paraibana de Cardiologia. Ele ministrou uma aula para professores do Projeto João Pessoa Vida Saudável, que atuam nas praças com usuários dependentes de cigarro. Durante a explanação, o médico informou que o tabagismo é a principal causa evitável de doenças, invalidez e morte prematura, e que o número de mulheres fumantes tem aumentado no Brasil e no mundo.

Para Rogéria Chelly, uma das responsáveis pela área temática de combate ao tabagismo, ações como essas são importantes para que a população conheça os serviços de incentivo para quem quer parar fumar.

Ações – Para a atividade no Busto de Tamandaré foram disponibilizados material educativo, fôlderes e profissionais habilitados para orientar sobre o programa de combate ao fumo. As ações e exames continuarão sendo realizadas pelos Centros de Referencia, onde os usuários poderão fazer testes de dependência de nicotina, medição de fluxo expiratório, teste de monóxido de carbono, avaliação física com aferição de pressão arterial e medidas corporais (peso e altura), entre outros serviços.

Controle do Tabagismo – Com o objetivo de estimular e apoiar fumantes no processo de desistência do vício e na adoção de hábitos mais saudáveis, o setor de Doenças Agravos não Transmissíveis da SMS realiza ações com a finalidade de cuidar e orientar os usuários interessados em tratar da dependência. As ações são realizadas nos Centros de Referência pelo Programa Nacional de Controle do Tabagismo, do Ministério da Saúde e do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Tratamento – Em João Pessoa, o programa de controle e combate ao tabagismo disponibiliza cinco Centros de Referência. A procura pelos serviços deve ser espontânea. Nos centros, o usuário conta com assistentes sociais, psicólogos e equipe médica composta por pneumologista, cardiologista, enfermeiros, nutricionistas, entre outros. O médico pneumologista acompanha o paciente durante todo o processo de tratamento, que pode durar um ano.

Para se inscrever, o interessado deve comparecer a um dos centros de atendimento, preencher uma ficha e aguardar ser chamado, respeitando a lista de inscrição, que dá preferência aos casos de urgência (pessoas com enfisema pulmonar, insuficiência respiratória, casos de câncer, hipertensão, diabetes, entre outras doenças).

Dependência – É comprovado que a pessoa que fuma fica dependente da nicotina, que atua no sistema nervoso central da mesma forma que outras drogas, como cocaína, heroína e álcool. As estatísticas do Ministério da Saúde revelam que pessoas que fumam, comparadas aos não fumantes, apresentam riscos dez vezes maiores de adoecer de câncer de pulmão e cinco vezes de sofrer de infarto.

 

Centro de Referência em João Pessoa

Cais Cristo – Rua Olívia de Almeida Guerra, S/N, Cristo

Telefone: 3214-2623

Cais Mangabeira – Rua Romário C. de Moraes, S/N, Mangabeira I

Telefone: 3213-1909

Cais Jaguaribe – Rua Alberto de Brito, S/N, Jaguaribe

Telefone: 3214-4075

USF Mandacaru – Rua Mascarenhas de Morais, S/N, Mandacaru

Telefone: 3214-7143

CAPS AD David Capistrano – Rua José Soares, S/N, Rangel

Telefone: 3218-5244