Ações de prevenção em áreas de risco de JP começam em fevereiro

Por - em 25

A Defesa Civil Municipal vai iniciar nos primeiros dias de fevereiro as ações de prevenção do ‘Plano de Contingência 2010’ em 34 áreas de risco da Capital paraibana. A data foi definida considerando a realização da 1ª Conferência Municipal de Defesa Civil, no próximo dia 27, na qual serão discutidas formas de prevenção e preparação para o período de chuvas, entre os meses de abril e julho.
 
O objetivo dessas ações de prevenção é identificar e tentar sanar os problemas apresentados nas áreas de risco de João Pessoa, garantindo mais segurança à população nos meses que antecedem o período das chuvas. De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Manoel Duré, com a realização de ações preventivas, a cada ano os perigos que o período chuvoso causa às áreas de risco são minimizados. “Os dados são positivos, pois desde o início da gestão, em parceria com outras secretarias e órgãos públicos, o Plano de Contingência minimizou os possíveis danos em áreas de risco”, disse Duré.
 
O Plano de Contingência, criado pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP) e coordenado pela Defesa Civil Municipal, trabalha em parceria com diversas secretarias e órgãos públicos, como Infraestrutura (Seinfra), Meio Ambiente (Semam), Desenvolvimento Social (Sedes), Saúde (SMS), além da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans), Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Anjos do Asfalto, dentre outras instituições. 
 
Segundo Duré, atualmente a Prefeitura contabiliza 34 áreas de risco (casas construídas em encostas e áreas ribeirinhas). Dentre elas: Comunidades Saturnino de Brito (Trincheiras), Renascer e Santa Emília de Rodat (Ilha do Bispo), São Judas Tadeu, Rua Ari Barroso e Beira da Linha (Alto do Mateus), Timbó (Bancários), São José (São José), Chatuba (Manaíra), Maria de Nazaré (Funcionários II) e Arame e Bananeiras (Grotão).