Ações preventivas em áreas críticas da João Pessoa evitam alagamentos

Por - em 31

As equipes de manutenção da Secretaria de Infra-Estrutura (Seinfra) de João Pessoa reforçaram as vistorias nesta quinta-feira (21) em áreas mais críticas onde são verificados casos recorrentes de alagamentos. A medida decorre das fortes chuvas registradas na Capital na madrugada desta quinta-feira e faz parte do ‘Plano de Contingência de 2008’, que prevê ações preventivas e integradas com as secretarias de Meio Ambiente (Semam), Saúde (SMS), Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e Habitação Social (Semhab), além da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) e Defesa Civil, iniciadas há um mês.

Segundo o diretor de Manutenção, Antônio Gualberto, o objetivo do ‘Plano de Contingência’ é manter ações preventivas e corretivas para minimizar os transtornos na cidade no período de chuva. “Após as chuvas da madrugada, verificamos pela manhã que as ações tiveram alcançaram os objetivos”, disse. Ele citou como exemplo o rio Jaguaribe, que em geral transborda em época de chuva e agora tem apresentado uma boa vazão do excedente de água em decorrência da limpeza que vem sendo promovida nas suas margens.

A Seinfra concentra esforços na limpeza e desobstrução do sistema de drenagem em vários pontos da cidade. “As equipes estão trabalhando na limpeza de galerias, bueiros, canais, encostas, barreiras e regiões ribeirinhas. O objetivo é facilitar o escoamento das águas pluviais e evitar alagamentos”, informou o diretor.

Esta semana, a Secretaria dá continuidade aos trabalhos na Lagoa Antonio Lins, no bairro de Cruz das Armas, e na Comunidade Santa Clara, no Castelo Branco. Na programação do mês de março constam também a área entre as ruas Pombal e Geraldo Costa, no Bairro de Manaíra; a parte baixa do Alto do Mateus, na altura da linha do trem; Rua Inspetora Emília de Mendonça, no Valentina Figueiredo, e ruas Petrarca Grisi e Fenelon Câmara, no Cristo Redentor.

As comunidades onde estão concentradas as ações da Seinfra são resultado de um levantamento dos pontos mais críticos de casos recorrentes de alagamentos. As equipes já passaram pela Comunidade Cinco de Junho, no Alto do Mateus, onde foram executadas a limpeza e desobstrução do canal.