Agentes da Emlur participam de oficinas para inclusão digital

Por - em 35

A Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), está oferecendo oficinas para inclusão digital dos agentes de limpeza e coleta seletiva. O projeto intitulado “A inclusão digital dos agentes de limpeza urbana e dos agentes ambientais da coleta seletiva de lixo da cidade de João Pessoa” oferece sete oficinas com temas variados para 25 agentes de limpeza da Emlur e da coleta seletiva na Capital.

O projeto do professor Julio Afonso de Sá Pinho, doutor em Comunicação e Cultura, está sendo custeado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e tem a participação de três professores e nove monitores. Com a concepção de promover a inclusão digital e a educação para a cidadania, as oficinas também são uma forma de estimular a comunicação e cultura dos agentes.

Para a diretora do Departamento de Valorização e Recuperação de Resíduos Sólidos (Devar), Elma Xavier, a inclusão ao meio digital é um facilitador do acesso a diferentes formas de expressão e exercício de cidadania para os agentes. “As oficinas oferecem instrumentos que podem fortalecer e ajudar a defender as vozes e reivindicações de um setor marginalizado da sociedade”, afirmou.

Até o final do ano, serão sete oficinas ministradas pelos professores e monitores para os agentes. A primeira oficina oferecida foi de navegação e pesquisa na internet. Ainda serão ofertadas as de materiais reciclados, produção de uma página eletrônica, percussão em lata, redes sociais, artesanato com lixo eletrônico de computadores e um curso de informática básica com software livre.