Agra destaca apoio a cultura e prestigia abertura da 5ª edição do Cineport

Por - em 79

A cidade de João Pessoa mais uma vez desponta no cenário nacional como a capital interativa da sétima arte. A 5ª Edição do Cineport – Festival de Cinema de Língua Portuguesa, foi aberta oficialmente nesta segunda-feira (19) e segue até domingo (25), na Usina Cultural da Energisa.

Durante a abertura do evento, o prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, mencionou a satisfação, o prazer e alegria em sediar o Festival pela terceira vez na Capital. “A cidade ganha com o Cineport, que movimenta o cenário cultural, promove o mercado cinematográfico da língua portuguesa e, principalmente, proporciona o intercâmbio entre os países que falam a nossa língua nacional”.

Ele destacou que, ao longo dos últimos seis anos, a prefeitura de João Pessoa tem apoiado esta e outras atividades culturais que chegam à cidade e as que têm origem no nosso estado. “Nossos projetos priorizam nossa história e buscam manter vivas nossas raízes, construindo e fortalecendo nossa identidade cultural.” enfatizou.

O Cineport é realizado pela Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho, patrocinado pela Energisa por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e tem o apoio pelo Governo do Estado da Paraíba e da Prefeitura de João Pessoa.

A abertura do evento foi marcada pela inauguração da sala Vladimir Carvalho, uma homenagem ao cineasta e documentarista paraibano, e com a exibição do filme ‘Fragmentos de Mindelo’, longa metragem documental produzido em Cabo Verde, país homenageado no Festival.

Além do prefeito Luciano Agra, estavam presentes à solenidade de abertura o governador em exercício da Paraíba, Rômulo Gouveia, o presidente da Energisa, Marcelo Rocha, e a presidente da Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho, Mônica Botelho. Artistas e cineastas brasileiros e de outros países também prestigiaram o evento. “Nesses próximos dias acontecerá em João Pessoa uma verdadeira maratona cinematográfica para deleito do povo”, garantiu Monica Botelho.

Durante toda semana, haverá exposições fotográficas, exibição de filmes de curta e longa metragem, lançamento de livros e shows alternativos. A expectativa é receber 50 mil pessoas até o final do evento.
Programação desta terça-feira (20):

 

10h

Tenda Andorinha

Sessão Andorinha Criança

Filme – Xuxa em O Mistério de Feiurinha

Diretor: Tizuka Yamazaki

Elenco: Xuxa Meneghel, SashaMeneghel, Bernardo Mesquita, Bruna

Marquezine, Angélica, Luciano Huck, Luciano Szafir, Giulia Gam.

Duração: 82 min.

País: Brasil

 

16h
Tenda Andorinha

Sessão DOC TV CPLP

Paraiwa – Pontão de Cultura da Caatinga

Filme – Leso – 5′

Equipe Cultura Viva: João Vital, José Cassiano, Brunha Thaís, Maria

da Conceição, Solange Sena, Juliana Lopes.

 

Sala Vladimir Carvalho

Sessão Prêmio ENERGISA – DOC

Paraiwa – Pontão de Cultura da Caatinga

– Leso – 5′

– Contador de Filmes, de Elinaldo Rodrigues – 15′

– Pedro Perilima, de Ian Costa – 13’30”

– Erwartung, As Moças do Cabo Branco, de Didier Guigue – 7’22”

– Reciclando Formas: A arte de Ana Christina Cabral,de Laurita Caldas–5′

– Olhar Particular, de Paulo Roberto – 10’40”

– Sobre Vidas, de Deleon Souto – 9′

– RockheavyPB, de ZakiDallison de Almeida – 12′

– No Meu Pé de Parede, de Rafael Lins do Egito – 15′

 

18h
Livraria da Usina

Lançamento de livros

Bazófias (livro e cd) – Beto Brito – 17h

Revista Cine Nordeste, edições 1, 2, 3, 4 – 18h

 

Tenda Andorinha

Sessão Panorama Cineport – DOC

Filme – Éden, direção Daniel Blaufuks (Portugal)
Sala Vladimir Carvalho

Sessão Prêmio ENERGISA – DOC

– Irmãs, de Gian Orsini – 16′

– O Diário de Márcia, de Bertrand Lira – 20′

– Barras e Barreiras, Retratos de Kelly Alves, de Riccardo Migliore – 38′

– Natureza, de Irene Callan – 3’ 30”

– Uma Ciência Encantada, de Chico Sales – 20′

– O Guardião, de Maria Livia Cunha Cavalcanti de Almeida – 17′

 

20h
Tenda Andorinha

Sessão Panorama CINEPORT – FIC

Filme – O País do Desejo, direção de Paulo Caldas – Brasil

Elenco: Gabriel Braga Nunes (César), Germano Haiut (Dr. Orlando), Fábio

Assunção (Padre José), Maria Padilha (Roberta).
Sessão Prêmio ENERGISA FIC

– A Fábrica de Gravatas, de Érik Medeiros de Souza – 10’10”

– Onze Zero Dois, de Thiago Trapo e Caio Dias – 17’ 23”

– As Cidades e o Céu, de Fernando de Oliveira Morais – 5’44”

– Taxi, de Jacinto Moreno – 15′

– Saudade da Casa Amarela, de Ivanildo Gomes e Janeide Costa – 27′

– Lavagem, de shiko – 20′

– A Felicidade dos Peixes, de Arthur Lins – 24′

 

22h
Sessão ANDORINHA FIC – FILME VENCEDOR

Troféu MELHOR ATRIZ – GLÓRIA PIRES

Filme – Lula, o Filho do Brasil

Direção: Fábio Barreto

Atores: Rui Ricardo Diaz, Gloria Pires, Cleo Pires, Milhem Cortaz.

Duração: 128 min

 

Sala Vladimir Carvalho

Sessão Prêmio Energisa – DOC

– Travessia, de Kennel Rógis – 13’50”

– A Caixa d´’agua do Sertão, de Diassis Pires – 32’

– Tocando um Baixo, de Katiane dos Anjos – 15’

– Casa de Lirismo, de Thomas Freitas – 18’

– O Velho do Rio, de Leonardo Alves de Oliveira – 20’

– O Povo da Foto, de Hiram de Castro – 15’23”

 

23h
Tenda Música

Show – Beto Brito
A programação dos outros dias pode ser acessada no site do evento: http://festivalcineport.com/2011/programacao.asp