Agra entrega certificados para alunos do Curso de Marcenaria

Por - em 24

Os primeiros alunos da escola de marcenaria promovida pela Prefeitura Municipal de João Pessoa receberam nesta sexta-feira (17) os certificados de conclusão do curso. A solenidade de entrega dos certificados, que também marcou a entrega da reforma do prédio onde funciona a escola, no Jardim Cidade Universitária, contou com a presença do prefeito Luciano Agra, secretários municipais, técnicos do município e também familiares dos alunos concluintes.

A Marcenaria Escola foi criada pela Diretoria de Trabalho e Renda Econômica Solidária, da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), com o objetivo de oferecer a jovens entre 16 e 35 anos técnicas básicas de marcenaria. As aulas para uma segunda turma já começaram e devem ser concluídas em cinco meses.

A marcenaria é um dos ofícios dos mais importantes na história da humanidade e hoje há uma carência enorme de profissionais nessa área no mercado de trabalho. Em João Pessoa temos aproximadamente 90 obras em andamento, muitas na área da construção civil e que necessitam de pessoal habilitado, enfatizou o prefeito aos novos formandos.

Luciano Agra ainda lembrou que a PMJP dispõe do programa Empreender-JP, que também pode ser uma alternativa para os jovens que queiram começar o próprio negócio. Desde que o Empreender foi criado já liberamos 20 mil empréstimos e hoje o programa é tão bem sucedido que já é copiado por outras 14 cidades no país, disse ele.

O secretário de Desenvolvimento Social do Município, Lau Siqueira, explicou que a partir da formação dessa primeira turma, a Sedes vai poder ter novas referências para contribuir com que parte dos alunos formados possam ter oportunidade de entrar no mercado de trabalho. Esta foi nossa primeira experiência e, com certeza, queremos mais a frente fazer com que esta escola se torne referência para o Nordeste, ressaltou.

A prefeitura de João Pessoa está de parabéns e o setor de móveis da Paraíba está com as portas abertas para absorver toda a mão de obra formada pela escola, reforçou também o presidente da Associação dos Fabricantes de Móveis e de Artefatos de Madeira, Reginaldo Cavalcanti.
Para o coordenador da Marcenaria Escola, José Vando Arruda, a expectativa é que boa parte dos novos alunos, nas próximas turmas, possam mesmo atuar no mercado da marcenaria. Os alunos que estão saindo da escola já podem trabalhar sem problemas como ajudantes de marceneiros. Para as novas turmas, já está sendo feito um cadastro prévio para quem possam ser absorvidos pelo mercado no futuro, ressaltou.

Os 20 alunos formados na primeira turma aprenderam técnicas básicas de marcenaria e de todo o processo que consiste na produção das peças, desde a criação ao acabamento. Durante os quatro meses de curso foram feitas 40 peças que serão doadas às unidades da Sedes, a exemplo das Casas de Acolhida. Os alunos também aprenderam a criar peças como raques, cômodas, camas e porta-retratos.

Achei o curso ótimo e já comecei a fazer algumas peças em casa, disse Maria Elizabeth Gonsaga, de 35 anos, e uma das formandas da primeira turma. Com o curso, pudemos aprender muito mais do que a qualificação na marcenaria, mas também até noções de ética profissional, destacou também o ex-aluno Damião Francis, de 21 anos.