Agra entrega mais 28 imóveis na comunidade Boa Esperança

Por - em 48

“A casa é a base da família”. A declaração é do prefeito Luciano Agra, quem na tarde desta quarta-feira (20) entregou, oficialmente, 28 unidades habitacionais reformadas na comunidade Boa Esperança, no bairro do Cristo Redentor. A entrega dos imóveis faz parte das ações comemorativas ao primeiro ano de sua gestão à frente da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP).

“É muito bom comemorar um ano de governo ultrapassando as metas estabelecidas. Só no Programa do Subsídio Habitacional (PSH) foram reconstruídos 4.279 domicílios em condição de risco ou de taipa. Até o final do ano vamos atingir o número de 10.500 unidades construídas e entregues desde 2005”, afirmou o prefeito.

Ainda neste mês de abril a Prefeitura realiza a entrega 170 casas de alvenaria. Além das unidades localizadas na comunidade Boa Esperança, só no bairro do Cristo serão entregues outras 92. No Rangel serão 38 unidades e 12 moradias na Comunidade da Gauchinha (Costa e Silva). Através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o bairro do Cristo está sendo contemplado ainda com 846 unidades habitacionais construídas no Vale das Palmeiras.

“Graças ao equilíbrio financeiro, a Prefeitura de João Pessoa está conseguindo realizar esses convênios com o Governo Federal para a construção dos imóveis. Além de executar obras intensamente, seguimos o conceito de habitação com qualidade”, ressaltou Luciano Agra.

De acordo com José Guilherme de Almeida, secretário de Habitação Social, 62% dos imóveis construídos ou reformados pela PMJP já foram entregues aos seus moradores. “Até março de 2012 a Prefeitura vai beneficiar mais 1.600 famílias carentes com imóveis seguros e de qualidade. Isso representa uma média de 150 unidades entregues por mês”, afirma o secretário.

Uma das contempladas com o imóvel reformado é a dona de casa Adriana Ferreira. Ela mora na comunidade há 10 anos e temia que em algum momento a casa antiga dela desmoronasse, já que o imóvel apresentava várias rachaduras. Sem dinheiro para realizar a obra pro conta própria, ela se diz muito feliz em ter sido beneficiada. “Além das rachaduras, o piso estava fofo e quando chovia entrava água pela cozinha, já que a casa não tinha sapata. Agora a realidade é outra. A casa está mais segura, aconchegante e com mais higiene”, disse a moradora.

Já na rua Eunice Laurindo da Silva a Prefeitura reformou quatro casas. Uma delas é de Simone Carvalho da Silva, que vive no local com o marido e três filhas pequenas. O imóvel da família também estava todo rachado. “Quando a equipe da prefeitura veio aqui fiquei muito feliz porque o meu medo era a casa cair por cima das minhas filhas. Meu marido estava desempregado e a gente se desesperava. Depois da reforma podemos dormir sossegados em tempo de chuva. É maravilhoso ter um lugar para dormir com segurança”, comemora a dona de casa.

Além do imóvel, dividido em dois quartos, sala, cozinha e banheiro, as famílias também recebem a posse da nova moradia, o que garante ainda mais tranquilidade. O PSH é um programa do Governo Federal que, em parceria com o Governo Municipal, tem transformado casas de taipa em imóveis de alvenaria em mais de 40 bairros da capital.