Agra participa de evento sobre enfrentamento a violência contra criança

Por - em 50

O prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, participou nesta segunda-feira (28) da abertura do Seminário Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual, Cyberbulling e Crimes Virtuais contra Crianças e Adolescentes: da proteção à responsabilização.  O evento, promovido pelo Ministério Público Estadual, acontece até esta terça (29) na própria sede do órgão, com a participação de gestores públicos, membros da área jurídica, conselheiros tutelares, educadores, assistentes sociais e representantes da sociedade civil.

“Esses debates são extremamente necessários para que possamos unir forças e atuar de forma mais eficaz nas ações de prevenção aos vários tipos de violência contra crianças e adolescentes, inclusive o bullying. A Prefeitura de João Pessoa vem desenvolvendo diversos programas na área de educação e desenvolvimento social para contribuir com essa proposta, e o Ministério Público têm atuado como um parceiro necessário nesse trabalho de orientação às políticas públicas e também na fiscalização desse processo”, ressaltou o prefeito Luciano Agra.

A secretária de Educação do Município de João Pessoa, Ariane Sá, ressaltou que a discussão sobre bullying, por exemplo, já vem sendo realizada nas escolas da Capital, através de um trabalho de formação junto aos educadores e de discussão em sala de aula. Durante o seminário, ficarão em exposição trabalhos de 80 alunos da rede de ensino da PMJP abordando questões como o tema, realizados durante o horário escolar.

“Queremos continuar ampliando nossas discussões nas escolas e também ampliar outros programas que possam garantir uma presença maior dos nossos alunos no ambiente escolar e com isso menos expostos a outros tipos de violência”, ressaltou Ariane, informando que até o final de 2012, 12 escolas no total estarão funcionando em regime de horário integral. O evento também contou com a participação da coordenadora do projeto da rede municipal de ensino ‘Bullying Não é Brincadeira’, Hedênia Teotônio.

A promotora de Justiça e coordenadora Geral do Seminário, Soraya Escorel, ressaltou que a discussão sobre prevenção ao bullying, à violência sexual e aos crimes virtuais deve ser feita de forma ampla e articulada entre os setores responsáveis pela garantia do bem-estar das crianças e adolescentes, especialmente as famílias, escolas e a Justiça.

O Seminário continuará nesta terça com a realização de palestras sobre enfrentamento à exploração sexual de adolescentes e jovens; uma apresentação sobre a nova metodologia do ‘Disque 100’ (para denúncias de violência contra crianças, bullying e exploração sexual infantil) pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República; e ainda, uma apresentação de dados do Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra crianças e adolescentes.