Agra visita obras de habitação que vão beneficiar famílias que moram em áreas de risco

Por - em 58

O prefeito Luciano Agra esteve na manhã desta quarta-feira (20) em dois bairros da Capital onde a Prefeitura de João Pessoa (PMJP) está construindo unidades habitacionais destinadas, principalmente, à relocação de famílias que residem em áreas de risco. A visita faz parte do acompanhamento que o gestor vem realizando nas obras e ações do Município destinadas a evitar problemas mais graves para a população no período de chuvas intensas.

“Depois de todo o trabalho realizado pelas equipes da Prefeitura de atendimento à população em decorrência das chuvas, queremos agilizar também os projetos em andamento que o governo municipal executa principalmente no setor de habitação, destinados a receber famílias que moram em áreas ainda consideradas de risco”, disse o prefeito, que na ocasião esteve acompanhado dos secretários municipais de Habitação Social, José Guilherme; e de Infraestrutura, Marcelo Cavalcanti.

Luciano Agra e os secretários estiveram no bairro Alto do Céu conferindo as obras de construção das unidades habitacionais destinadas aos moradores da Comunidade Riacho da Bomba. No local, estão sendo construídas 36 casas, além de realizados serviços de implantação de rede de água e esgotos, pavimentação, drenagem e contenção da barreira. O secretário de Habitação Social do Município, José Guilherme, destacou que parte das unidades está praticamente pronta e que as casas deverão se entregues em breve.

Jardim 13 de Maio – Outro bairro visitado foi o Jardim 13 de Maio, na área próxima à Avenida Tancredo Neves. No local estão em construção as casas que irão receber famílias das comunidades de Riachinho, localizada no próprio bairro; e do Gadanho, do bairro Padre Zé. Os imóveis estão sendo erguidos em três pontos diferentes devido ao espaço disponível para a obra ser reduzido e, em alguns pontos, em declive.

Do total de unidades habitacionais, 130 serão destinadas aos moradores do Riachinho e outras 60 para famílias do Gadanho. As obras foram retomadas no último mês de maio com a contratação de duas novas empresas que irão garantir a execução do serviço.