Agricultores do ‘Compra Direta’ iniciam curso nesta segunda

Por - em 35

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) inicia nesta segunda-feira (21) um curso de aperfeiçoamento para os agricultores beneficiados pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) na modalidade Compra Direta Local, desenvolvido em parceria com o Governo Federal. A primeira turma será formada por cerca de 60 agricultores familiares do município de Caaporã. O curso será ministrado na sede do Sindicato dos Agricultores Rurais, das 14h30 às 16h30.

Paulo Campos, Coordenador do Compra Direta Local da agricultura familiar de João Pessoa, explicou que a cada semana será trabalhado um tema. “Serão três anos de curso. Nesse tempo, vamos debater com os agricultores familiares várias técnicas de produção, o plantio de diferentes culturas, como se livrar de pragas, entre outros assuntos para aumentar a qualidade e quantidade dos produtos plantados. É um curso de reciclagem, que terá aulas teóricas e práticas, inclusive visitando propriedades de grandes produtores para a troca de experiência”, ressaltou Paulo.

A Prefeitura de João Pessoa está disponibilizando tudo o suporte tecnológico e material didático que serão utilizados nas aulas. Nos outros municípios já beneficiados pelo programa, que são Alhandra, Pedras de Fogo e Pitimbu, os dias do curso serão quarta, quinta e sexta-feira, também no período da tarde. A capacitação terá como instrutor a equipe de Desenvolvimento Social (Sedes), secretaria responsável pelo desenvolvimento do projeto.

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) na modalidade Compra Direta Local foi lançado pela Prefeitura de João Pessoa em março deste ano e beneficia 239 famílias que sobrevivem da agricultura familiar. Uma dessas pessoas é o agricultor Evino Cândido da Silva, que é presidente da Associação dos Agricultores de Manduba de Dentro, onde estão cadastradas 65 pessoas. Ele disse que a vida do grupo mudou em 95% para melhor depois do programa. “Este programa foi ótimo para nós pequenos agricultores. Tínhamos muito prejuízo com os atravessadores, que além de comprar o nosso produto bem abaixo do mercado, alguns não nos pagávamos e assim perdíamos tudo. O contrato era só de boca, sem validade nenhuma”, lembra Evino Cândido.

O agricultor disse que hoje em dia, ele e os amigos já podem ampliar a produção e dar uma vida melhor para a família. “Antes, plantávamos, vendíamos a preço baixo e tínhamos muito prejuízo. O dinheiro que restava era apenas para se alimentar. Hoje não. Agora, com o nosso trabalho, já podemos comprar um terreno, reformar a casa e comprar um eletrodoméstico”, frisou Evino Cândido.

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) consiste na compra de 80 toneladas por mês de produtos agrícolas de origem vegetal não industrializados, sem intermediários, de agricultores familiares para o Banco de Alimentos da Prefeitura de João Pessoa. O programa beneficiará os agricultores de Caaporão, Alhandra, Pedras de Fogo e Pitimbu, que têm a compra de seus produtos garantida por um preço justo, durante todo o ano. Estas famílias ainda recebem a assistência técnica para produzir mais e com mais qualidade, além de terem acesso a financiamentos nas linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).