Alargamento da Pedro II: deslocamento de rede elétrica e muro agiliza as obras

Por - em 32

O deslocamento da rede elétrica da Sociedade Anônima de Eletrificação da Paraíba (Saelpa) e a demolição do muro da Rádio Tabajara contribuirão para o início da terraplenagem de toda a área que será alargada na avenida Pedro II, obra da Prefeitura de João Pessoa que objetiva melhorar o tráfego de veículos em circulação entre o Centro e a Zona Sul da cidade. A informação é da Secretaria de Infra-Estrutura (Seinfra) de João Pessoa e, segundo o diretor de Obras, Rodrigo Marques, essas ações vão dar mais agilidade ao andamento dos serviços, deixando livre o trecho para a realização da terraplenagem na faixa desapropriada, que deverá ser iniciada nos próximos 15 dias.

Esta semana, a Saelpa iniciou o remanejamento dos postes e, posteriormente, será removida toda a fiação elétrica. Também houve a demolição do antigo muro da Rádio Tabajara. Inicialmente foi construído um muro na parte interna da estatal para possibilitar a derrubada do antigo sem comprometer a segurança da empresa. Além disso, foram demolidas seis casas existentes na comunidade São Rafael, igualmente para facilitar a continuidade da obra e o começo da próxima etapa, que é a terraplenagem do terreno.

“A terraplenagem, que dará maior visibilidade ao alargamento propriamente dito, irá cortar todo o lado direito da via (sentido bairro/centro), no trecho entre o girador da UFPB até a avenida Rui Barbosa, no bairro da Torre, compreendendo aproximadamente dois quilômetros de extensão”, explicou o diretor.

Após a terraplenagem serão executados os serviços de drenagem, pavimentação, bem como obras complementares de meio-fio, calçadas, ciclovia, iluminação ornamental e sinalização (horizontal e vertical). A população contará também com uma ciclovia, no trecho que vai desde as imediações do Complexo Juliano Moreira até a UFPB.

Ponte – Outra ação foi o início das fundações da ponte sobre o rio Jaguaribe, necessária para viabilizar o seu alargamento desse equipamento. No local, foi realizada a sondagem da ponte, bem como já estão sendo cravadas as estacas metálicas. O diretor de Obras informou ainda que também começou a construção do muro de arrimo na altura da curva após a ponte (sentido bairro/centro), com a finalidade de dar sustentação e segurança à residência existente no local. A cerca de proteção da casa, que ficava à margem da avenida, foi retirada e uma nova será construída. Nesse trecho mais algumas árvores deverão ser suprimidas.

A segunda etapa de alargamento da avenida Pedro II compreende um investimento na ordem de aproximadamente R$ 2,7 milhões. Depois de pronta a duplicação e realizado o deslocamento da mureta central, a via passará a ter três faixas em cada sentido. Os trabalhos da Seinfra estão sendo realizados com apoio da Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans).