Alargamento da Pedro II reduz número de acidentes em 23%

Por - em 35

O número de acidentes de trânsito na avenida Pedro II caiu 23,04% entre os anos de 2008 e 2010, após as obras de alargamento do corredor e implantação da passarela. Os dados são da Assessoria de Planejamento da Superintendência de Transportes e Trânsito de João Pessoa (STTrans), que verificou que, considerando os meses de janeiro a abril do ano de 2008 com os quatro primeiros meses de 2009 e deste ano, o número de acidentes foi menor. A obra foi uma realização da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e sua inauguração aconteceu em janeiro de 2009.

Em 2008, foram registrados entre os meses de janeiro e abril, 53 acidentes, e no mesmo período dos dois anos seguintes, o registro foi de 47 acidentes. Os dados são comparados com o crescimento da frota, que foi, nestes dois anos, de 28.942 novos veículos circulando na cidade. A partir do cruzamento de dados, é estimada a redução do número de acidentes, considerada em 23,04%. De acordo com os técnicos da STTrans, a redução do número de acidentes, mesmo havendo crescimento da frota, confirma que a obra de alargamento foi o principal motivo para a queda no índice.

“Com este resultado positivo, constatamos que as ações do Plano Viário da gestão municipal, com a adequação dos corredores, – como também ocorreu na avenida governador Flávio Ribeiro Coutinho e priorizando as vias por onde trafegam o maior número de veículos e transportes públicos –, além de melhorar a mobilidade urbana, dando fluidez ao trânsito, também contribuiu para a segurança e tranquilidade dos motoristas e pedestres que tem que circular por elas diariamente”, afirmou a superintendente da STTrans, Laura Farias.

Investimento – As obras de alargamento da Pedro II receberam investimentos da ordem de R$ 9 milhões, dos quais R$ 5,5 milhões foram de recursos próprios da Prefeitura Municipal de João Pessoa e o restante do Ministério das Cidades e da Caixa Econômica Federal. A avenida é considerada o segundo corredor mais importante da Capital, fazendo a ligação entre a região central da cidade e os bairros da Zona Sul, maior núcleo habitacional de João Pessoa.

As intervenções na avenida consistiram na ampliação para três faixas de circulação em cada sentido (Bairro-Centro e Centro-Bairro). Além disso, foi construída uma ponte de concreto alargada sobre o Rio Jaguaribe, interligada a 2,5 quilômetros de calçadas que começam nas imediações da Comunidade São Rafael, indo até a Rua Etelvina Macedo de Mendonça, que se une à avenida Nossa Senhora de Fátima, como principal ligação dos bairros da Zona Sul, passando pelo bairro da Torre, com destino ao Centro. A sinalização horizontal e vertical foi restabelecida em todo o corredor e ganhou reforço com a instalação de postes de 12 metros de altura e luminárias em 2 quilômetros da via.

Beneficiados – Além da redução de acidentes e melhora no fluxo de veículos e mobilidade urbana, a ampliação da Pedro II beneficiou as pessoas residentes nos bairros do Castelo Branco, Bancários, Jardim Cidade Universitária, Água Fria, Mangabeira, Valentina Figueiredo e José Américo, entre outros, que necessitam circular diariamente pela via, em veículos particulares ou ônibus, para se dirigir ao Centro da cidade e demais bairros. A Pedro II também trouxe benefícios para os moradores das outras regiões por ser o acesso à BR-230 e às praias.