Alunos da escola Índio Piragibe recebem vacina contra sarampo

Por - em 55

A Secretaria de Educação (Sedec), em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realiza durante toda esta sexta-feira (1º) o ‘Dia D’ de vacinação contra o sarampo, na Escola Municipal Índio Piragibe, no bairro de Mangabeira VII. A estimativa é de que sejam imunizados contra o vírus mais de 1.200 pessoas, entre alunos, professores, funcionários e pais. A vacinação vai acontecer das 8h às 17h.

“Preocupados com a saúde de toda a comunidade, resolvemos trazer a vacina para dentro do ambiente escolar. Os estudantes saem das salas de aula, tomam a vacina e depois voltam às atividades normalmente”, explica a diretora adjunta Márcia Veloso Silva.

Para se vacinar contra o sarampo, basta levar o cartão de vacinação ou algum documento com foto. A Escola Índio Piragibe fica na Rua Beatriz Maria de Oliveira, s/n Mangabeira VII (próximo ao terminal de ônibus 203). Informações 3214-3185.

Dúvidas mais frequentes sobre a vacinação e o sarampo:

Quem deve se vacinar? – Devem se vacinar homens e mulheres de 1 a 49 anos. A primeira dose da Tríplice Viral acontece no primeiro ano de vida da criança e uma segunda dose de reforço é dada aos quatro anos de idade. Depois dessa faixa etária uma só dose é suficiente para imunizar contra o vírus.

O que é o sarampo? – O sarampo é uma doença causada por vírus, que pode ser transmitida por secreção respiratória como espirro e tosse.

Quais são os sintomas do sarampo? – O sarampo pode começar com febre alta, manchas vermelhas pelo corpo, corisa, tosse e olhos ardendo (conjuntivite). As mancham geralmente duram de quatro a sete dias e aparecem aproximadamente 14 dias após a exposição ao vírus. A pessoa que está com sarampo pode contagiar outra pessoa por pelo menos quatro dias antes ou depois do aparecimento da doença.

Como é feito o tratamento? – O tratamento é sintomático e os medicamentos devem ser receitados por um médico.