Alunos da Rede Municipal apresentam vida e obra do paraibano Jackson do Pandeiro

Por Alexandre Quintans - em 622

Durante esse ano letivo, os alunos da Rede Municipal de João Pessoa estão trabalhando como tema para projeto interdisciplinar do Prêmio Escola Nota 10 ‘Jackson do Pandeiro – música e poesia da terra’. Nesta sexta-feira (20), a Escola Municipal Bilíngue Dom José Maria Pires e a Escola Municipal Antônio Santos Coelho realizaram atividades artísticas culturais que marcaram o encerramento do projeto.

Na Dom José Maria Pires, os estudantes receberam a presença do secretário de Cultura e Turismo de Alagoa Grande, Marcelo Félix. O secretário trouxe a caravana ‘Rei do Ritmo’, que conta com 15 banners que retratam a história de Jackson.

Marcelo Félix explicou para os alunos toda a vida e obra do homenageado e falou do trabalho desenvolvido na unidade de ensino. “Alguns alunos da rede municipal da Capital visitaram o museu em Alagoa Grande e hoje eu estou aqui vendo o tamanho da grandiosidade do trabalho que vem sendo desenvolvido por eles. Isso nos deixa feliz em saber que as escolas de João Pessoa abraçaram de forma tão grandiosa o centenário de Jackson. Em nome do município de Alagoa Grande, só temos que agradecer”, destacou.

No evento desta sexta, a programação contou com apresentação de dança, música, exposição de cordéis e dos trabalhos que foram desenvolvidos. Toda essa construção foi acompanhada de perto pelo professor de teatro da escola, José Maciel. “O prefeito Luciano Cartaxo ter tido essa sensibilidade junto a Secretaria de Educação para honrar Jackson do Pandeiro em seu centenário foi algo muito especial. Um projeto como esse não tem a preocupação de trabalhar o aluno para que tenha uma excelente nota, mas no seu desenvolvimento quanto cidadão. Isso é uma construção de vida”, disse.

A estudante Gabriela Ferreira, do 7º ano, não conhecia a história de Jackson e ficou encantada quando surgiu essa oportunidade de pesquisar a vida e obra desse ilustre paraibano. “Quando fui para Alagoa Grande achei tudo muito bonito e pude conhecer as músicas e os discos dele. Que pena que tenha morrido cedo com tanto talento para mostrar. Uma experiência nova para mim”, disse.

Mas para que todo o aprendizado não ficasse apenas nas apresentações, as professores de Português, Ery Rocha e Regina Cláudia Custódia, envolveram as demais disciplinas e os alunos produziram um portfólio, em Português e Inglês, sobre o Rei do Ritmo. “Queríamos criar oportunidades para que os alunos pudessem produzir vários gêneros textuais voltados para a vida e obra de Jackson. Com isso, tivemos essa preocupação de transformar as comemorações dos cem anos em um material físico”, explicou Ery Rocha.

Durante o encerramento, no auditório da escola, os alunos fizeram uma apresentação para os pais, em inglês, sobre a trajetória de vida e obra do artista paraibano.