Alunos da rede municipal assistem espetáculo O Despertar da Primavera

Por Alexandre Quintans - em 192

Uma parceria entre a secretaria de Educação e Cultura de João Pessoa e a Fundação Cultural (Funjope) levou cerca de 200 alunos da rede municipal de ensino para assistirem a peça O Despertar da Primavera, no Teatro Santa Roza, nesta sexta-feira (15). O espetáculo é produzido pela Anthropos Companhia de Artes, do Estado do Goiás.

Com duração de 1h20, a peça conta a história de sete alunos de uma escola que vai montar um espetáculo de teatro. Durante a narrativa, eles passam por vários percalços, como impedimento da coordenadora pedagógica com algumas cenas por ser uma escola conservadora. Eles perpassam por várias temáticas como a descoberta da sexualidade, bullying na escola, discriminação por gênero e religião, violência nas escolas, abuso sexual, entre outros pontos, que são tratados como humor e crítica durante a encenação.

“A mensagem que queremos deixar é a do respeito, do combate à discriminação, além dos caminhos que está tomando a educação. O espetáculo não é para tocar apenas os alunos, como também professores, pais e a sociedade em geral. O desfecho do espetáculo é trágico, acaba com uma morte, um suicídio. Tratamos de temas bem atuais que as famílias precisam atentar”, explicou o ator Tarcísio Perez. Um dos personagens que ele interpreta é o Maurício, um jovem conservador, reacionário, que simpatiza com o nazismo.

Pela primeira vez em um teatro, a aluna da Escola Municipal Moema Tinoco, Maria Júlia Silva Gomes, 9º ano, relatou o que aprendeu. “Vimos vários temas aqui, como o da homofobia. E uma das coisas que mais me chamou a atenção é a falta de respeito das pessoas, o tanto que nós só pensamos na gente e não no próximo. A peça está de parabéns”, falou a aluna.

Anthropos – com 20 anos de atuação em Goiânia, a Anthropos Companhia de Arte produz espetáculos teatrais inclusivos e engajados com as questões políticas e sociais, com foco na realização de uma arte dramática criativa que envolva a comunidade. A Origem da Primavera, de Clarice Lispector, Hamlet Nos Bate a Carteira, de Nelson Rodrigues, Uma Mulher Vestida de Sol, de Ariano Suassuna, Quando Despertamos de Entre os Mortos, de Ibsen, estão entre os espetáculos encenados pela Companhia.