Alunos são beneficiados com exames de vista e óculos de grau

Por - em 99

“O que eu ganhei hoje é melhor do que qualquer brinquedo. Desde os 4 anos de idade eu uso óculos, então sei o quanto é necessário trocá-los anualmente. Este já é o terceiro que recebo”. A declaração da estudante Lidianny Santos, do 5º ano, deu o tom da solenidade de entrega dos 125 óculos de grau a alunos da Escola Municipal Afonso Pereira, no bairro Mangabeira VIII. O evento aconteceu na manhã desta segunda-feira (10), com a presença do prefeito Luciano Agra.

A ação faz parte do programa Saúde do Estudante, executado pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec). Só este ano, 11.642 alunos da rede municipal de ensino já foram atendidos. Ao final de todas as consultas realizadas nas escolas, a PMJP vai entregar um total de quase três mil lentes corretivas. Um investimento de R$ 984.304,00, com recursos próprios.

Em seu pronunciamento, Agra falou sobre a importância de beneficiar crianças e adolescentes com consultas oftalmológicas e óculos de grau. “Quem não enxerga bem não tem bom rendimento escolar. Como a nossa meta é capacitar o alunado, os problemas na visão são um impedimento. Por isso realizamos esse programa”, frisou.

O secretário da educação, Genildo Lucena, destacou que o programa contribui para a aprendizagem do aluno, que passa a ter mais gosto pelos livros. “Os professores são treinados para avisar que um aluno está tendo dificuldade. A partir daí, é agendada a consulta médica, e, se necessário, são confeccionadas as lentes corretivas”, disse.

Cerimônia – O evento foi aberto com a apresentação da banda marcial da Afonso Pereira. Houve também a participação dos alunos do Mais Educação, que fizeram uma encenação sobre a educação no trânsito e uma demonstração do que é aprendido na oficina de capoeira.

O programa Saúde do Estudante, que atende as 95 escolas da rede municipal de ensino, é uma parceria dos Ministérios da Saúde e da Educação, com as secretarias municipais de Saúde e Educação.

Agradecimento – Dor de cabeça, cansaço e indisposição de estudar eram os sintomas da aluna do 2º ano Beatriz Rodrigues, de 9 anos. Segundo contou a mãe, a menina sempre chegava a casa reclamando. Quando ia assistir à televisão, os olhos lacrimejavam. “Eu não sabia mais o que fazer. Mas a professora dela também tinha notado o problema e a encaminhou para um especialista. Só tenho a agradecer. Minha filha sabe que não tenho condições de comprar óculos”, disse a dona de casa Jaqueline Santos.