Alunos da rede municipal se apresentam para bailarina Deborah Colker

Por - em 43

O prefeito Luciano Agra recebe nesta sexta-feira (12) a renomada bailarina Deborah Colker, que está em João Pessoa para duas apresentações com sua companhia de dança. O encontro acontece na Escola Municipal Luiz Augusto Crispim, no bairro dos Ipês, às 16h. Na ocasião, três grupos de dança formados por alunos da rede municipal de ensino irão fazer uma apresentação.

A bailarina solicitou à PMJP esta visita às escolas para conhecer de perto o trabalho desenvolvido pelo governo municipal. Além da oportunidade de falar da importância de se desenvolver a dança, Deborah Colcker será apresentada a diversos projetos sociais, colocados em prática pela Prefeitura e que englobam a dança.

Cerca de 400 alunos estarão presentes na escola que, além de realizarem apresentações artísticas, também poderão ouvir uma palestra de Déborah Colker sobre a importância do poder público em contribuir para o desenvolvimento da dança entre os alunos. Junto com o prefeito Luciano Agra, a secretaria de Educação da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), Ariane Sá, também estará presente no evento.

Alunos conferem apresentação – Um dia após se apresentarem para a bailarina Deborah Colker, cerca de 700 alunos poderão conferir uma apresentação exclusiva da companhia de dança da bailarina, no Teatro Paulo Pontos, no Espaço Cultural. O espetáculo acontece na tarde do próximo sábado (13), às 16h, e será restrito aos alunos da rede municipal de ensino. O espetáculo de dança que os alunos irão assistir é o mesmo que a companhia da bailarina traz ao público pessoense.

Espetáculo – O nome da apresentação se chama ‘Tatyana’ e é baseado em ‘Evguêni Oniéguin’, o romance em versos, publicado em 1832 por Aleksandr Puchkin (1799-1837), considerado o pai da literatura russa.

Em dois atos, a Companhia de Dança Deborah Colker leva ao palco o próprio Púchkin, interagindo com as ações, desejos, pensamentos e transformações psicológicas dos quatro protagonistas de sua obra-prima. As músicas de compositores como Rachmaninov, Tchaikovsky, Stravinsky e Prokofiev embalam essa jornada atemporal ao âmago de uma história de duelos, desencontros, paixões e decepções.

 

Companhia de dança – O embrião da companhia nasceu em 1993, nos salões do clube Casa do Minho, onde Deborah dava aulas. O grupo entrou em cena no projeto ‘O Globo em Movimento’, ao estrear em 1994 no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, em programa duplo com o Grupo Momix.

Em 1995, devido à repercussão de seu trabalho, a Companhia conquistou o patrocínio exclusivo da Petrobras. Nesse espaço de tempo, a Companhia se apresentou no Reino Unido, França, Alemanha, Áustria, Chile, Colômbia, Portugal, Argentina, Canadá, Estados Unidos, Holanda, Cingapura, Nova Zelândia, Macau, Irlanda, Japão e Uruguai, conquistando vários prêmios.