Alunos de escola municipal em Paratibe ganham novo ginásio

Por - em 32

O prefeito Ricardo Coutinho inaugurou nesta sexta-feira (11) o 21º ginásio poliesportivo da rede municipal de ensino. Agora, os 1.126 alunos da Escola Antônia do Socorro Machado, em Paratibe, contam com um espaço próprio para o desenvolvimento de atividades esportivas e culturais. A obra foi executada pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), com um investimento de aproximadamente R$ 500 mil.

A unidade de ensino também já foi contemplada neste ano, com uma biblioteca contendo mais de três mil volumes, quatro novas salas de aula, refeitório, além da otimização e ampliação dos espaços internos. Para o início de 2010 já está prevista a construção de mais duas salas e, assim, concluir as etapas de recuperação da Escola Antônia do Socorro Machado.

“Seria impossível avançar sem a cumplicidade de todos que lutam pela educação. Construímos juntos uma política que priorizou a valorização e o resgate da educação de qualidade para os filhos da cidade de João Pessoa. Iniciamos com a recuperação estrutural e inserimos o conceito de acessibilidade nas escolas, como também resgatamos o orgulho do ensino público através do bom trabalho aplicado pelos professores e servidores do ensino”, falou o prefeito.

O ginásio da Escola Antônia do Socorro Machado segue os padrões adotados nas demais unidades construídas: uma área correspondente a 20×30 metros quadrados, com cobertura metálica, vestuários feminino e masculino, dois lances de arquibancadas, piso em concreto polido e dois portões de acesso. Em fevereiro, a PMJP já garantiu a construção de duas novas quadras e mais seis estão em processo de licitação.

Para a diretora geral da Escola Antônia do Socorro Machado, Estela Maria Reis, o ginásio é a concretização de um sonho de mais de 16 anos. “Lutamos muito para poder chegar até aqui. Foram muitos anos de um desejo que se torna realidade. O prefeito acreditou no sonho e fez ele acontecer. Agora nossos alunos tem um espaço digno para desenvolver suas atividades e trazê-los cada vez mais para perto da escola”, comemorou a diretora.

A dona de casa Maria Aparecida dos Santos, 38 anos, contou que constantemente seu filho adoecia por causa da poeira que antes existia no lugar em que foi construído o ginásio. “Eu não podia impedir meu filho de jogar bola e brincar com os amigos e eu sofria com isso, porque toda vez ele ficava ruim da garganta. Eu já tinha muita confiança nesta escola, e com a quadra novinha, tudo ficou melhor. Meu filho pode brincar à vontade porque minha preocupação ficou no passado”, disse Maria Aparecida.