Estudantes da rede municipal são campeões da Olimpíada de Matemática

Por - em 74

A Rede Municipal de Ensino de João Pessoa foi representada durante a premiação da 17º Olimpíada Pessoense de Matemática. Os alunos Joébert, Joémerson, Joéverton de Oliveira Maia, que estudaram na Escola Municipal Ana Cristina Rolim Machado, em Mangabeira, foram premiados com as medalhas de ouro, durante a solenidade que aconteceu neste sábado (10), no auditório da reitoria da Universidade Federal da Paraíba.

As provas da olimpíada aconteceram no dia 12 de novembro de 2011, quando os trigêmeos ainda estudavam na rede municipal no nível 2, que corresponde ao 8º e 9º anos, vencendo inclusive todos os concorrentes de escolas particulares.

“A medalha de ouro é proveniente de força de vontade, muita dedicação e já pensando lá na frente. Estudamos hoje, mas já nos imaginamos como futuros engenheiros da computação. Para isso desempenhamos o nosso papel de estudante da melhor forma possível”, disse o medalhista Joébert Maia.

Joéverton confessa que nos dias que antecedem o resultado da competição, o trio fica ansioso e tenso. “Só acreditamos que vencemos, quando o resultado está ali diante dos nossos olhos”.

Campeões na Olimpíada Brasileira – Os trigêmeos atualmente estudam no IFPB onde foram os primeiros colocados em eletrotécnica e um deles foi primeiro lugar geral na Paraíba. O trio também, pela terceira vez consecutiva, foi campeão da Olimpíada Brasileira de Matemática 2011 e vai receber nos próximos dias da mão da presidente Dilma Roussef, a medalha de premiação.

Talento na escola pública – O professor Carlos Henrique Moraes, que acompanhou os trigêmeos durante quatro anos, explicou que os meninos provam na prática que é possível educar na escola pública tornando o aluno competitivo, pronto para disputar uma competição deste nível.

“Meus filhos nunca estudaram em escola particular. Eles tiveram um acompanhamento do corpo docente na Ana Cristina, como todo o alunado e quando chegavam em casa, eu os cobrava para continuar o estudo. Foi um trabalho diário, de muita luta e persistência”, afirmou o orgulhoso pai, José Jorge Maia.