Animação toma conta no São João do Clube da Pessoa Idosa

Por - em 75

Bandeirinhas coloridas, arrasta-pé, comidas típicas e muita animação. Assim foi a festa junina do Clube da Pessoa Idosa, na tarde desta quinta-feira (9). O evento aconteceu no bairro do Altiplano, na sede do clube, e contou com a participação de mais de 300 idosos, inclusive do Instituto de Previdência do Município (IPM).

A festa teve início por volta das 15h, com a realização de um casamento matuto. Logo depois, os casais se formaram para dançar a quadrilha. Um dos ‘cavalheiros’ era a aposentada Iraci Ângelo Pinho, de 71 anos, caracterizada com barba e bigodes pintados no rosto, chapéu, um par de óculos escuros espelhados e a justificativa para o traje na ponta da língua: “Os homens são muito frouxos, não topam a brincadeira. O jeito é improvisar”, diz, entre risadas.

No outro lado do salão, o também aposentado Nelson Marques da Silva, de 92 anos, não confirmava a teoria de dona Iraci. Ansioso para o casamento terminar logo, ele não via a hora de começar o arrasta-pé. “Hoje só vou dançar com moça nova!”, avisou, dando uma piscadela de olho. Tão logo ouviu o som da sanfona, ele já começou a ensaiar os primeiros passos. “Eu sempre venho aqui, é muito bom”, acrescentou. Depois da quadrilha, o ritmo passou do forró para a ciranda – e seu Nelson continuou na mesma animação.

Segundo a coordenadora do Clube da Pessoa Idosa, Edeuza Pontes, a festa junina é um momento de celebração e alegria para os idosos, que realizam atividades no local durante o ano inteiro. “Eles participam de tudo com muita dedicação, então esse é um momento para juntar todo mundo e festejar”, disse. No clube, são oferecidos serviços como oficinas, terapias de grupo, atividades culturais e aulas de informática, hidroginástica, fisioterapia e xadrez.

Os idosos participam ainda de outras comemorações, a exemplo do Carnaval e da Semana do Meio Ambiente, Saúde e Qualidade de Vida, encerrada na última sexta-feira (3).