Ano Cultural 2012 é lançado e homenageia o paraibano Herbert Vianna

Por - em 102

O cantor e compositor Herbert Vianna é o paraibano homenageado do Ano Cultural 2012. O projeto, que está na sua sexta edição, foi lançado nesta quinta-feira (15), pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), em solenidade no auditório da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes. Na ocasião, também foi anunciado a assinatura de um convênio entre o Ministério da Cultura e a PMJP, por meio da Estação Cabo Branco para oficializar a cidade de João Pessoa enquanto roteiro dos grandes eventos culturais nacionais.

O objetivo do projeto Ano Cultural é proporcionar as escolas ações interdisciplinares que favoreçam o aprendizado cultural, estimulem a produção textual, a leitura e o desenvolvimento de atividades artísticas. Segundo a secretária de Educação Ariane Sá, todos os anos são escolhidos artistas paraibanos de referência nacional para ser homenageado através do ano cultural e também ser tema central dos trabalhos que serão desenvolvidos nas escolas da rede municipal. “Herbert Vianna foi escolhido pela importância da sensibilidade e segurança do seu papel diante da sociedade. Além de ser um excelente músico, ele é exemplo de superação. Uma pessoa, que apesar da deficiência física e dificuldades, não deixou de trabalhar e batalhar”, afirmou.

Ariano Suassuna, José Lins do Rego, Sérgio de Castro Pinto, Zé Ramalho e Políbio Alves foram os outros cinco paraibanos homenageados durante o Ano Cultural, desde o ano 2007.

Para a secretária, o projeto é importante para garantir que o processo de aprendizagem de forma lúdica seja evidenciado, associado à questão cultural. “Os conhecimentos adquiridos durante as pesquisas sobre a vida e obra dos artistas e as atividades como construção de poesias, música, dança, entre outras, são importantes para a formação do estudante”, argumentou.

A abertura do Ano Cultural Herbert Viana contou com a apresentação do Coral Vozes da Infância, de grupos culturais e do videoclipe da música Mormaço, interpretada pelo próprio Herbert Vianna e pelo cantor e compositor Zé Ramalho.

Premiação – Durante a solenidade, foram entregues, de forma representativa, notebooks e aparelhos celulares aos vencedores do projeto Estudante Destaque, Projeto Interdisciplinar, Mostra de Dança e Mostra de Música.

A estudante Jéssica Galdino, da Escola Municipal João Santa Cruz, no Bairro dos Novaes, recebeu um notebook pelo destaque na produção de uma poesia, baseada no tema do Ano Cultural Políbio Alves, realizado em 2011. “É muito gratificante esse reconhecimento e a realização de projetos como este que dão a oportunidade de jovens como eu aprender e ainda poder ser reconhecido pelos trabalhos desenvolvidos”, pontuou.

Para a professora Iara Roque, que ajudou a menina na produção do trabalho premiado, o desenvolvimento do projeto reflete diretamente na aprendizagem do aluno e na dinâmica em sala de aula. “Nós percebemos um interesse maior do aluno quando ele se envolve em atividades de pesquisa sobre a vida e obra de artistas. É um incentivo a leitura e ao conhecimento da cultura paraibana”, falou.

Memória e Identidade – O projeto “Memória e Identidade – Produção da Bandeira e do Hino da Escola e do Crei, Letra e Canção”, que seria lançado também nesta quinta-feira pela Sedec, foi remarcado para a próxima semana (22), às 9h, também na Estação Cabo Branco, junto com o lançamento do projeto Escola Nota 10.

A iniciativa é destinada aos estudantes da rede municipal que receberão o desafio de resgatar a história das escolas e dos Creis, além de criarem a bandeira e o hino da unidade escolar. A pesquisa deve ser monitorada na escola por professores de Português, História, Geografia e Música. Os estudantes terão dois meses para finalizar a produção, que resulta na confecção de um livro com todos os hinos e bandeiras das escolas e Creis da rede.