Ano Cultural homenageia Políbio Alves e premia estudantes e educadores

Por - em 62

O projeto Ano Cultural, desenvolvido pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), nas escolas da rede municipal, vai premiar estudantes, professores e instituições de ensino com notebooks, câmeras filmadoras e fotográficas, mp4 e celulares. Para concorrer aos prêmios é necessário que as escolas participem das ações propostas pelo projeto, que são “Estudante e Professor Destaque”, “Festival de Teatro” e “Projeto interdisciplinar”.

Cinquenta e seis escolas da rede inscreveram suas produções teatrais no Festival de Teatro. As inscrições para as outras duas atividades começaram nesta quinta-feira (1º) e vão até o dia 16 deste mês. Nesta edição, o homenageado é o poeta paraibano Políbio Alves.

“A cada ano que passa o Projeto Ano Cultural vem revelando grandes talentos na rede municipal através dos trabalhos desenvolvidos nas escolas e Creis. Este ano estamos recebendo um número bem maior de adesões ao projeto, o que revela o interesse das instituições de ensino em trabalhar com a produção cultural paraibana”, disse a coordenadora do Ano Cultural, Giselma Franco.

A diretora Maria Helena Vasconcelos, da Escola Santa Ângela, no bairro do Cristo, disse que é grande o interesse do alunado em conhecer a fundo as obras de Políbio Alves. “Os estudantes estão vivenciando em sala de aula o livro ‘Varadouro’, que foi distribuído pela Sedec, e que está sendo muito bem aceito. Muitos nunca tinham tido contato com a poesia e agora estão tendo a oportunidade de conhecer esse universo poético, contado por esse ilustre escritor”, completou a diretora.

Ano Cultural – Esta é a quinta edição do projeto, que teve início em 2007 homenageando personalidades paraibanas que se destacam no cenário cultural brasileiro. O primeiro instituído foi o Ano Cultural Ariano Suassuna; em 2008, o Ano Cultural José Lins do Rego; em 2009, o Ano Cultural Sérgio de Castro Pinto; em 2010 o Ano Cultural Zé Ramalho, e este ano o projeto está sendo intitulado Ano Cultural Políbio Alves, uma homenagem ao poeta e contista que amplia a visibilidade do Estado da Paraíba com sua poesia.

Políbio Alves – Nascido em João Pessoa no ano de 1941, o poeta e contista é formado em Ciências Administrativas, mas foi na literatura que encontrou sua vertente mais fértil. É considerado um profissional da palavra. Já publicou quatro livros: “O que Resta dos Mortos”, “Exercício Lúdico – invenções e armadilhas”, “Passagem Branca” e “Varadouro”, que integra o acervo literário das escolas municipais e que é referência para todas as ações do Ano Cultural.

Estudante e Professor Destaque – Alunos do 4º e 8º ano e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) participam do prêmio. Com a orientação de um professor, os estudantes produzem um poema com o tema “Vivendo a cidade de João Pessoa” e entregam à direção da escola, que irá selecionar os três melhores trabalhos, sendo um referente ao Ensino Fundamental I, outro ao Fundamental II e um ao EJA. Cada aluno selecionado pela escola receberá como premiação um notebook e cada professor orientador terá como prêmio um celular.

Projeto interdisciplinar – A comunidade escolar formada por educadores, especialistas e estudantes se reúne e desenvolve um projeto, atendendo ao tema “Poesia, teatro e dança no cotidiano escolar”, usando como referência a obra ‘Varadouro’, de Políbio Alves. Os projetos serão apresentados nos dias 21 e 22 de setembro, no Auditório da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, quando uma comissão selecionará os três melhores trabalhos, sendo um do Fundamental I, outro do Fundamental II e o terceiro dos Creis. Os selecionados receberão câmeras filmadoras.

Festival de Teatro Zezita Matos – Para esta ação já foram inscritas 56 produções teatrais, que se apresentarão entre os dias 26 e 30 de setembro, no Teatro Ednaldo do Egypto. Desse total, 17 são referentes ao Ensino Fundamental I; 34 ao Fundamental II e cinco ao EJA. Serão selecionados os três primeiros lugares de cada segmento e todos os estudantes participantes receberão premiação individualmente. Aos primeiros colocados serão entregues câmeras fotográficas digitais, celulares e MP4. Já os professores orientadores receberão celulares como prêmio.