Ano letivo do Juventude Cidadã é aberto na Estação Ciência

Por - em 30

O início do período letivo do programa Juventude Cidadã da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) foi marcado nesta terça-feira (21) por uma confraternização na Estação Ciência, Cultura e Artes, localizada no bairro do Cabo Branco. O evento ficou sob organização da ONG Mandalla, que ministrará três dos 16 cursos do projeto: Agroextrativismo, Pesca e Meio Ambiente. Estiveram presentes os mais de 700 alunos matriculados nesses eixos didáticos.

De acordo com a coordenadora de inserção do Juventude Cidadã, Ludmila Carvalho, o momento de confraternização promovido nesta terça-feira foi importante para promover a autoestima dos alunos e para apresentar a eles as metas do projeto, uma iniciativa do Governo Federal que conta com a parceria da Prefeitura de João Pessoa. No total, foram inscritos 4.020 alunos em 16 cursos de capacitação. A meta é inserir pelo menos 1.206 deles no mercado de trabalho. Além disso, é oferecida bolsa-auxílio no valor de R$ 100,00.

Segundo Ludmila Carvalho, a qualificação social dos cursos de Agroextrativismo, Pesca e Meio Ambiente serão realizados pela ONG Mandalla na Avenida Epitácio Pessoa, no segundo andar do edifício do Moriah Shopping (mais informações pelo telefone 3243-2621). Essa primeira fase constará de aulas de português, informática, ética e cidadania, educação ambiental, higiene pessoal, promoção da qualidade de vida, noção de Direito Trabalhista, estímulo e apoio à elevação da escolaridade. Na segunda etapa, será a vez da qualificação profissional, formada por aulas práticas.

Nove instituições ficarão responsáveis pelos 16 eixos de trabalho do Juventude Cidadã. Além da Mandalla, estão participando do projeto o Sesc, Senai, Senat, ONG Casa Caiada, Funetec (Fundação de Apoio ao IFPB) e os institutos Idéias, Pró-Cidadania e Êpa.

Funetec – O primeiro dia de aula do Juventude Cidadã na Funetec também teve recepção aos alunos. O evento aconteceu no Ginásio de Esportes do Campus João Pessoa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB). A Funetec ficou responsável por uma das turmas de Administração, uma turma de Construção e Reparo, uma das turmas de Turismo e pelo curso de Gestão Pública. Nesta fase inicial, acontecerão aulas de informática até o dia 28, durante os três turnos.

“A nossa instituição está responsável pelas aulas de 540 jovens, através da Funetec-PB, conta a chefe de Gabinete do IFPB, Laura Reis. Participam das aulas pessoas desempregadas com idade entre 18 e 29 anos, e que estejam estudando, ou, já tenham completado até o 2º grau. Para não haver evasão, o programa dá uma bolsa mensal para cada aluno no valor de R$ 100, auxilio transporte e lanche.

De acordo com Laura Reis, o curso será realizado até dezembro e “em seguida, nos meses de janeiro e fevereiro, haverá ações em torno de incluir os alunos no mercado de trabalho, fazendo contatos a fim de conseguir trabalhos em suas áreas”, explicou.