Aposentada de 105 anos recebe homenagens da bandinha do IPM

Por - em 54

A banda Alvorecer, do Instituto de Previdência do Município de João Pessoa fez uma homenagem nesta semana, a aposentada Maria do Carmo da Silva, que completou 105 anos de vida. Ela nasceu em 17 de julho de 1904. A aniversariante foi prestigiada em sua própria residência no bairro de Cruz das Armas.

A visita da bandinha Alvorecer da Melhor Idade, que tradicionalmente leva música e muita emoção aos aposentados e pensionistas da capital, foi marcada pelo exemplo de vida dado por Dona Maria do Carmo. Ela mostrou que a idade avançada não é sinônimo de apatia ou tristeza e surpreendeu quem até já está acostumado com muitas outras homenagens.

“Fiquei surpresa com a lucidez e animação dela, com certeza, é um exemplo pra todos nós”, afirmou Marlene Gomes, integrante da bandinha que compartilhou o instrumento que toca o maracá – com a aniversariante. Vózinha, como é carinhosamente chamada pelos cinco filhos, 30 netos, outros 30 bisnetos, quatro tataranetos e ainda um filho de seu tataraneto, também recebeu presentes, bolo de aniversário e um emocionante ‘parabéns pra você’.

“D. Maria do Carmo simboliza todos aqueles que trabalharam tanto em prol do crescimento da nossa cidade. Devemos nos espelhar nela, que do alto de sua maturidade sabe mais do que todos contemplar as coisas mais importantes da vida”, considerou o superintendente do IPM, Pedro Alberto Coutinho, que também participou da festa.

Em uma cadeira de rodas, embora não tenha problemas de locomação, D. Maria do Carmo, era uma das mais empolgadas com a homenagem. Ela vibrou quando a bandinha do IPM tocou ao ritmo do côco de roda, após sugestão da superintendente adjunta do IPM, Paula Frassinete. “É muito recompensador podermos estar aqui registrando toda a alegria e força de vida da D. Maria do Carmo”, pontuou.
A idosa com a ‘melhor idade’ de João Pessoa, cumprimentou a todos os convidados e depois de agradecer avisou que está se preparando para o próximo aniversário. “Foi muito bom e, se Deus quiser, ano que vem tem mais”, disse.