Apresentação teatral na Lagoa divulga Centro da Mulher

Por - em 32

A violência contra a mulher foi o tema da encenação levada ao público do Parque Solon de Lucena (Lagoa), na tarde desta quarta-feira (12). As pessoas que passaram pelo local puderam acompanhar o drama vivenciado por centenas de mulheres que sofrem vítimas desse crime. A apresentação foi promovida pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), para divulgar o novo Centro de Referência da Mulher, que será inaugurado na sexta-feira (14). A estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS) é que a cada 15 segundos uma mulher sofra agressão no Brasil.

A peça atraiu a atenção de pessoas de todas as idades. A população se concentrou em volta dos atores da Companhia de Teatro Soluar, de Mangabeira, e ficaram atentas às mensagens transmitidas. O assunto, que por muito tempo foi tratado como restrito ao ambiente privado, hoje está configurado como crime e faz parte de uma série de medidas implantadas pela Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres (CPPM).

A coordenadora do Centro de Referência da Mulher, Rêivan Sá Barreto, explicou que a intenção da atividade foi divulgar a inauguração do novo espaço, que tem como objetivo acolher as mulheres vítimas de violência doméstica e sexual da cidade de João Pessoa. Ela disse que o Centro contará com uma equipe multidisciplinar, responsável pelo atendimento e encaminhamentos necessários, no caso desse tipo de ocorrência.

O Centro de Referência da Mulher será o primeiro do gênero criado na Paraíba e se constitui como mais um mecanismo criado pela atual administração municipal de João Pessoa para tratar do desenvolvimento de políticas públicas específicas para as mulheres da cidade. O espaço vai funcionar na Avenida Coremas, 141, no Centro. O horário de funcionamento será das 8h às 18h, de segunda a sexta-feiras. As mulheres também poderão recorrer ao serviço através do telefone 0800-283-3883, que funcionará 24 horas diárias.