Artesãs produzem sacolas com papel reaproveitado na Estação da Moda

Por - em 144

A sustentabilidade está na moda, e as artesãs de João Pessoa abraçaram essa tendência de forma criativa e econômica. Em apenas três dias de trabalho, elas criaram cerca de 200 sacolas com papel reaproveitado, por meio de uma oficina oferecida pela Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, com apoio da Estação da Moda.

As sacolas de papel vão substituir as plásticas em feiras de artesanato promovidas pela Prefeitura de Municipal de João Pessoa (PMJP). De acordo com a artesã e oficineira Jaqueline Melo Ribeiro, essa é a segunda vez que as artesãs se reúnem para produzir as sacolas que serão utilizadas na embalagem dos próprios produtos. “A primeira vez que usamos sacolas recicladas foi na feira realizada na Estação Ciência. A iniciativa foi muito elogiada por todos, inclusive por turistas”, disse.

Jaqueline produz as sacolas de papel há oito anos e, há dois, surgiu o convite para repassar o conhecimento paras as colegas. “Um dia, uma gestora da SPPM viu as sacolas e ‘comprou’ a ideia e pediu para que eu desse uma oficina às outras expositoras. O objetivo é tornar o uso das sacolas cada vez mais recorrente nas feiras de artesanato”, contou Jaqueline.

Resto de fôlderes, cartazes e outros tipos de impressão da PMJP foram utilizados pelas artesãs – um material que antes ia parar no lixo virou matéria-prima. O que é ainda mais nobre, segundo Jaqueline, é evitar que novas sacolas plásticas sejam utilizadas e descartadas no meio ambiente.

Parceria – A Estação da Moda, uma diretoria da Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia (Secitec), é parceira na realização da oficina. “A Estação está sempre aberta a novas possibilidades de eventos dentro do seu espaço, principalmente quando se refere à inclusão social e à sustentabilidade”, disse o diretor da Estação da Moda, Romero Sousa.

Cerca de 40 mulheres participaram da oficina, realizada nos dias 3, 6 e 7 de agosto. Entre elas, Socorro Nóbrega, de 53 anos, artesã há mais de 15: “A temática atual é a sustentabilidade. É bom saber que a gente está contribuindo para uma vida melhor no planeta”, disse.

A artesã Terezinha Targino, de 58 anos, também participou da oficina e disse que já fabricava a própria sacola, mas com papel craft. “Eu vim com o objetivo de aprender uma nova técnica para o fundo da sacola, mas também gostei da ideia de reciclar o papel e ajudar o meio ambiente”, disse.