Artistas plásticos transformam UPA Bancários em oficina de artes e doam obras para exposição permanente

Por Flávio Asevêdo - em 860

Artistas com obras expostas no Celeiro Espaço Criativo transformaram a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) dos Bancários em uma oficina de artes e deram um presente para a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) na manhã desta quinta-feira (12). A UPA, que será entregue no próximo mês de agosto, ganhou obras de arte elaboradas por 10 artistas plásticos. O prefeito da Capital, Luciano Cartaxo, conferiu o trabalho dos artistas realizado dentro da própria UPA e que contribuirá com o processo de humanização dos serviços prestados aos pacientes que forem atendidos na unidade.

“Estamos vendo a iniciativa de artistas paraibanos em uma espécie de contrapartida e reconhecimento pelo que a gestão de João Pessoa faz pela arte no Celeiro Espaço Criativo. Eles resolveram humanizar mais o espaço da UPA, fazer com que a arte chegue perto também da saúde no momento em que as pessoas mais precisam de cuidados. Seus trabalhos vão ficar expostos aqui permanentemente e também faremos o mesmo nas outras três UPAs para termos espaços de saúde cada vez mais humanizados. Essa é uma relação de amor e cuidado com os pessoenses e uma busca constante por oferecer melhores serviços e gerar mais qualidade de vida”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

A curadora do Celeiro Espaço Criativo, Lúcia França, destacou que João Pessoa foi incluída na Rede Mundial de Cidades Criativas da Unesco em reconhecimento ao trabalho realizado no artesanato e na arte popular, e a PMJP valoriza cada vez mais os artistas e garante espaços privilegiados para que suas obras sejam expostas. “A ideia dos artistas junto à gestão é humanizar ainda mais os atendimentos na UPA. Quando uma pessoa vai a um ambiente hospitalar é porque precisa de um alento, de cuidado e a arte, à sua maneira, contribui para isso, gera conforto, bem-estar e acolhe as pessoas”, declarou.

Durante o encontro com os artistas, o prefeito também conferiu as dependências da UPA e a chegada dos equipamentos que já estão sendo instalados. A UPA garantirá a cobertura 100% da Capital neste tipo de serviço, com quatro unidades em regiões estratégicas da cidade. Cada UPA também contará com uma base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), passando a oferecer à cidade seis bases (Central, no Hospital Santa Isabel e nas quatro UPAs), com resposta mais ágil à população.

UPA Especialidades – A PMJP está investindo R$ 6 milhões na UPA-E Bancários, que será de média complexidade e com o diferencial de ser especializada em Ortopedia, atendendo casos de torções, luxações e fraturas que não necessitem de cirurgias. A expectativa é de que a UPA atenda a população dos bairros da Zona Sul, como Castelo Branco, Mangabeira, José Américo e o Timbó, entre outros, polarizados pelos Bancários. Ela irá desafogar não apenas os serviços da rede pública, como o Ortotrauma, mas também os hospitais da rede privada de João Pessoa, atendendo também pediatria e clínica geral.

De acordo com o que preconiza o Ministério da Saúde, a cada 200 mil habitantes, deve haver uma UPA para oferecer o atendimento à população. Seguindo esta recomendação e buscando oferecer um serviço cada vez mais humanizado e que busque satisfazer às necessidades da população, desde que assumiu a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), em 2013, o prefeito Luciano Cartaxo imprimiu esforços para que a cidade estivesse totalmente coberta pelas UPAs. Até 2012, a Capital paraibana tinha apenas a UPA Oceania, mas nos últimos seis anos já foram construídas e estão em pleno funcionamento a UPA Valentina e a UPA Cruz das Armas, além da UPA Especialidades Bancários, que completará esta rede, atendendo os 800 mil habitantes de João Pessoa.

A UPA-E Bancários é composta de 14 leitos, sendo três de sala vermelha (casos graves), seis de sala amarela (casos intermediários), três de pediatria e dois de isolamento, além de laboratório de análises clínicas, farmácia, salas de raio-X, central de material e esterilização, almoxarifado e base descentralizada do Samu. Quanto ao corpo de funcionários, a UPA Bancários contará com 300 servidores, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, de laboratório e de radiologia, bioquímicos, assistentes sociais, maqueiros e pessoal da área administrativa, entre outros.

Confira os links dos vídeos da visita do prefeito Luciano Cartaxo à obra da UPA e das obras que estarão em exposição:

https://wetransfer.com/downloads/3176926e2052be1b16ec3dfd2887f4d420180712142848/b22c519f92ae99cee02bc9afa8ed6a3320180712142848/607221

https://wetransfer.com/downloads/93db11ac8f07b10e1fbb377893153a4820180712151435/07bb94068e61f2265e79bd7bd8faf63a20180712151435/7928bc