Assembleias do OP encerram ciclo e balanço mostra obras da gestão em todas as regiões

Por Mônica Melo - em 529

www.joaopessoa.pb.gov.br

A rodada de 2017 das Assembleias Regionais do Orçamento Participativo de João Pessoa se encerra nesta quinta-feira (27), no Centro Cultural de Mangabeira, às 19h, após percorrer diversos bairros abrindo mais um canal de diálogo entre a população e a gestão municipal. Todas as catorze Regiões de Participação Popular (RPP) foram contempladas por obras e ações da atual gestão, mostrando a importância da democracia participativa para o desenvolvimento da cidade.

Na 1ª RPP, a gestão realizou obras importantes como a recuperação da Praça do Caju, no Bessa. Ainda no mesmo bairro foi entregue a pavimentação e urbanização de sete vias transversais, que garantem acesso da Avenida Argemiro de Figueiredo à praia. Outra obra que é importante destacar é a entrega de 156 apartamentos na comunidade Chatuba.

Na 2ª Região foram entregues a duplicação e urbanização da Avenida Panorâmica. São 2,7 quilômetros de via, com iluminação, canteiro central, calçadas, ciclovias e paisagismo. A pavimentação e drenagem da Avenida Luzinete Formiga, via de acesso à Estação Cabo Branco, assim como parte da calçadinha da Orla, do Busto de Tamandaré até a Avenida Odilon Ribeiro, são outras ações que merecem destaque.

O maior bairro da cidade de João Pessoa, Mangabeira, pertence a 3ª Região e também recebeu diversas melhorias por parte da gestão municipal. Um exemplo é a melhoria no Complexo Hospitalar de Mangabeira (Ortotrauma), bem como a entrega do Centro de Tratamento da Dor e o mutirão de cirurgias ortopédicas. Podemos ainda enumerar a entrega do Centro de Referência em Educação Infantil de Mangabeira VIII, o de Mangabeira VII, o de Mangabeira II e a inauguração do Restaurante Popular de Mangabeira.

Já na 4ª Região teve a entrega da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Valentina e ainda a entrega de 68 unidades habitacionais para a comunidade quilombola de Paratibe, além das 776 unidades habitacionais do Residencial Nice de Oliveira.

Na 5ª RPP, várias ruas receberam pavimentação em paralelepípedo como as ruas Olsemar de Castro Barreto Carteiro Olívio Pontes, Pedro Alves de Andrade, Dr. Graciliano Medeiros e Prefeito Francisco de Assis Neves Nóbrega. Tem ainda a construção de 86 casas da Comunidade Citex e 64 da Comunidade Taipa, além da Construção de CREI da Comunidade 1º de Abril.

A 6ª RPP recebeu muitos novos moradores com a entrega de 576 unidades habitacionais nos conjuntos Jardim Veneza I, II e III, localizados no loteamento Vieira Diniz, mais 768 apartamentos populares do residencial Vieira Diniz.

A 7ª Região também recebeu novos moradores com a entrega de 856 apartamentos no Vale das Palmeiras a Cristo Redentor. Para acolher os novos moradores, obras de intervenção para melhoria da mobilidade urbana no viaduto Cristo Redentor e seu entorno foram realizadas e foi entregue à população o Crei Terezinha Batista de Oliveira.

Já na 8ª RPP merecem destaque a entrega da UPA Cruz das Armas, as obras de reforma e recuperação do gramado do Estádio Leonardo Vinagre da Silveira, o Estádio da Graça, no bairro de Cruz das Armas, a entrega da Praça General Lavanere Wanderley e a requalificação e revitalização da Escola Municipal Castro Alves.

A 9ª Região recebeu 24 unidades habitacionais adaptadas na comunidade Sassá e a entrega da reforma e ampliação da Unidade Integrada de Saúde da Família Ilha do Bispo I e II, da Escola Municipal Professor João Medeiros, da creche Maricele Carneiro e da Escola João Santa Cruz. No Centro Histórico começaram os trabalhos de arqueologia para a revitalização dos casarões do Centro Histórico, a inauguração da Casa da Pólvora e do novo Centro Cultural Casa da Pólvora, revitalização da Praça da Pedra e entrega da obra de revitalização do Hotel Globo.

Na 10ª Região, o destaque vai para a reforma da Unidade de Saúde Integrada Roger I e II. Tambiá e a entrega de 45 novas habitações populares na comunidade Gadanho, com obras de infraestrutura no local.

A 11ª Região recebeu o Centro de Referência Municipal da Pessoa com Deficiência, a reforma da USF dos Ipês, a implementação do Binário do Bairro dos Estados, obra que vai levar pavimentação para as avenidas Rio Grande do Sul, São Paulo e tem objetivo de ser alternativa para o trânsito na Epitácio Pessoa.

Pode-se destacar ainda a entrega da pavimentação asfáltica e instalação de nova iluminação e sinalização de trânsito da Avenida Mato Grosso​, para complementação do Binário do Bairro dos Estados, a revitalização da Praça da Conquista, recebendo novos brinquedos, bancos, além de nova pintura, capinação e poda de árvores, entrega da Praça Comunitária Alto do Céu e a reforma e ampliação da USF Alto do Céu Integrado.

Mais de 500 unidades habitacionais foram entregues na 12ª RPP, além da Escola em Tempo Integral Deputado Fernando Paulo Carrilho Milanez, do Crei Maria do Socorro Rodrigues, da Unidade de Saúde da Família (USF) Colinas do Sul II e do Centro de Esportes Unificados Adeilton Pereira Dias.

Uma das obras de maior impacto da gestão na urbanização urbana ocorreu na 13ª Região, que compreende o Centro da cidade e bairros próximos: a revitalização do Parque da Lagoa. A Praça João Pessoa, Praça da Independência, Praça 1.817 e Praça São Gonçalo também foram revitalizadas.

A 14ª Região recebeu obras importantes para aguentar as épocas de mais chuva como a contenção da encosta na Comunidade Santa Clara para facilitar a drenagem das águas e investimentos na urbanização da comunidade na execução de serviços como terraplenagem, drenagem, pavimentação, esgotamento sanitário e contenção de encosta, além da construção de 214 unidades habitacionais. O bairro dos Bancários ganhou a Reforma da Praça José Alves de Souza e a entrega das praças José Sales Sobrinho e Jardim São Paulo.