Assembleias Regionais do OD têm presença de 2 mil pessoas

Por - em 28

Cerca de 2 mil pessoas participaram das Assembleias Regionais, referentes a segunda etapa do ciclo do Orçamento Democrático (OD), que teve início no começo de maio, elegendo aproximadamente 200 delegados. Este é o primeiro balanço realizado pela Coordenadoria do Orçamento, que na noite de quinta-feira (21) realizou a nona Assembleia na 13ª região, onde foram eleitas vinte e uma representações populares.

A atividade aconteceu no Centro de Capacitação de Professores (Cecapro), em Tambauzinho, e reuniu moradores dos bairros da Torre, Expedicionários, Centro, Tambauzinho, Miramar e as comunidades de Padre Hildon Bandeira, Cafofo, Liberdade, Brasília de Palha, Vila Tambauzinho, Tito Silva, Comunidade Miramar e Travessa Yayá. Edna Rodrigues foi uma das delegadas reeleitas na região. Para ela, este trabalho é muito gratificante e faz com que a população se aproxime mais do Governo Municipal. “Continuarei realizando meu trabalho, e trabalharei principalmente pelas áreas mais carentes de minha região, como a Liberdade e a Padre Hildon Bandeira”, frisou.

Prioridades – A coordenadora do Orçamento Democrático, Ana Paula Almeida, anunciou aos novos delegados as prioridades que foram eleitas pelas pessoas residentes naquela região, durante a realização da reunião regional (1ª etapa do ciclo). “Estas prioridades vão orientar a elaboração do orçamento da Prefeitura e no dia 27, próxima quarta-feira, começam as audiências públicas na Câmara de Vereadores para discussão da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2010 e é fundamental a participação de todos os eleitos”, informou a coordenadora. 

Cidadania – Com o objetivo de capacitar os delegados e conselheiros do Orçamento Democrático sobre instrumentos de fiscalização de contas públicas, foi realizada no auditório do Paço Municipal, na quarta-feira (20) a mesa de debates “Construindo Gestão Participativa”, dentro da programação da I Semana da Cidadania. O evento contou com as palestras dos auditores da Controladoria Geral da União (CGU), Gabriel Aragão Wright – que falou sobre as ações empreendidas pela CGU e como cada cidadão pode realizar esta função, e Edwilson Fernandes de Santana, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que explicou aos presentes como funciona o Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres).
Estiveram presentes a atividade o secretário da Transparência, Antônio Barbosa, a ouvidora geral do município, Tânia Brito, e a vereadora Sandra Marrocos (PSB).