Atendimento da UPA Oceania é objeto de pesquisa em seminário na UFPB

Por - em 185

Rebeka Paiva

 

O atendimento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Oceania é objeto de pesquisa de um trabalho realizado pela Rede de Avaliação Compartilhada (RAC), um grupo de pesquisa coordenado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e desenvolvido em parceria com Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

O trabalho está sendo apresentado em um Seminário que acontece ao longo desta quinta-feira (11), no auditório do Centro de Ciências Médicas da UFPB. A realização do evento é uma parceria da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através da UPA Oceania, com a UFPB por meio dos pesquisadores da RAC.

Com o tema ‘Desafios para produção do cuidado em rede a partir da UPA’, o seminário tem como objetivo discutir o processo de cuidado integral com o paciente em situações de urgência e emergência nas redes de atenção, tendo como exemplo a UPA Oceania.

A diretora geral da UPA Oceania, Thatiany Coelho, fala sobre a importância da pesquisa. “Esse estudo contribui com o serviço que já é ofertado na UPA, pois a partir dele estamos discutindo o atendimento da UPA no geral, principalmente os desafios encontrados para a produção do cuidado, que é algo que se torna complexo por ir além de um atendimento padrão. A partir dessas discussões podemos entender melhor o que é essa produção de cuidado e melhorar a cada dia o serviço prestado”, comenta.

O estudo faz parte de uma pesquisa realizada em âmbito nacional, sob a coordenação da UFRJ e com financiamento do Ministério da Saúde. Na Capital, está sendo realizada nos últimos anos na UPA Oceania e em outros serviços, sob a coordenação local de professores do Departamento de Promoção da Saúde do Centro de Ciências Médicas da UFPB, envolvendo pesquisadores de outros departamentos, estudantes de graduação e residência, além de trabalhadores e gestores da rede municipal.