Atleta do Peti conquista ouro em Sulamericano de Judô

Por - em 33

É de João Pessoa a atleta que conquistou a medalha de ouro, na categoria sub-17, no Campeonato Sulamericano de Judô, que aconteceu na semana passada em Buenos Aires, na Argentina. A paraibana Flávia Maria Nascimento desembarcou na tarde desta segunda-feira (19) no Aeroporto Castro Pinto, trazendo no peito a medalha e o orgulho de representar a sua cidade.

Para recepcionar a judoca paraibana, estavam a turma do judô; os amigos da Escola Municipal Cícero Leite, do bairro do Valentina, e a equipe do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) do Centro de Referência de Cidadania Fêlix Cahino (Crei), da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), que trouxeram muitos cartazes. Integrava o grupo o secretário de Desenvolvimento Social (Sedes), Lau Siqueira, pasta responsável pela aplicação do Peti em João Pessoa, programa em que a atleta paraibana está inserida desde o ano de 2005.

“Esse é o resultado do trabalho cotidiano que realizamos; e mais essa conquista alcançada por Flávia, no mês em que o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) completou 20 anos de vigência, demonstra o trabalho sério que desenvolvemos na cidade de João Pessoa. A atleta é uma referência positiva para centenas de jovens”, destacou o secretário.

Segundo Adriano Dias, coordenador do Peti em João Pessoa, o programa atende hoje na Capital cerca de 2.400 crianças e adolescentes, dentro os quais 15 formam a equipe de judô. “Estamos treinando forte e conquistando expressivos resultados nas competições. Incentivamos e apoiamos a participação deles em vários campeonatos locais, estaduais, nacionais, e agora também internacional. E João Pessoa foi a única cidade da Paraíba a ter aptas duas atletas paraibanas no Sulamericano, que foi Flávia e a reserva dela, Juliana Maiara. É o esporte capaz de transformar vidas”, frisou o coordenador.

Bastante emocionada, a atleta paraibana disse estar muito feliz com a vitória conquistada. “O judô é a razão da minha vida. Essa vitória eu conquistei com muita coragem e força. E quero dizer a todos os meus amigos do Peti que dê o melhor de si para chegar aonde eu cheguei ou bem mais longe”, disse Flávia Maria.

Para o técnico Felipe Cassimiro, a medalha de ouro no Sulamericano é sinônimo de muita luta. Na reta final da competição, Flávia, que é faixa laranja, derrotou duas atletas chilenas e a final foi com uma argentina, que é faixa preta. “Mesmo perdendo, Flávia se superou, empatou a competição e faltando apenas cinco minutos para o final deu um golpe e ganhou. Agradeço a todos que acreditaram em nós, no momento em que não éramos nada. Por isso digo que a vitória representa a nossa luta de muitos anos”, reforçou o técnico.

Também emocionados estavam os pais de Flávia, Katia Maria e Davi dos Santos. “Temos muito orgulho da nossa filha. Ela soube superar as dificuldades e agora só nos dá alegria e felicidade”, disse a mãe. “O apoio da prefeitura foi muito importante para a nossa filha, que eu tenho esperança que vai conquistar muitos outros campeonatos”, falou o pai.

E Flávia Maria, que frequenta o Peti pela manhã, estuda à tarde na Escola Municipal Cícero Leite e treina à noite na academia ‘Shintai-dô’, graças a uma parceria firmada entre a Prefeitura de João Pessoa (PMJP). Agora, ela vai se preparar para o Campeonato Brasileiro de Judô, que acontece entre os dias 06 e 08 de agosto, no Rio de Janeiro. “É pela educação que mudaremos a história do Brasil. Criança e adolescente não é para estarem trabalhando, mas estudando e praticando esporte e dando alegria”, afirmou Esmeraldino Albuquerque, coordenador do Crei Fêlix Cahino.