Aulas do Museu da Ciência são pré-agendadas por telefone

Por - em 26

Escolas das redes municipal, estadual e privada que estiverem interessadas nas aulas de campo para os estudantes no Museu de Ciência e Tecnologia da Estação Cabo Branco –Ciência, Cultura e Artes podem fazer um pré-agendamento pelo telefone para garantir dias e horários. As atividades estão sendo divididas em quatro núcleos: exposições e oficinas pedagógicas, laboratório de astronomia, laboratório de robótica e caminho do conhecimento.

As aulas são realizadas de terça a sexta-feira durante os três turnos. Para aqueles que desejam fazer apenas visitas monitoradas, não é preciso agendamento e o acompanhamento é feito em uma apresentação de 30 minutos. A participação é gratuita e nos sábados e domingos está aberta ao público em geral.

O pré-agendamento das aulas de campo é feito através dos telefones (83) 3214.8303 e 3214.8270. As instituições de ensino devem elaborar e entregar ofício endereçado ao diretor geral da Estação Cabo Branco, Fernando Abath Cananéa. No documento, as escolas devem solicitar a aula de campo e especificar o número de pessoas (máximo de 60, incluindo coordenadores e professores) e o objetivo pedagógico. Devem ainda imprimir o Termo de Compromisso que está no site da Prefeitura Municipal de João Pessoa (www.joaopessoa.pb.gov.br), no link da Estação, e entregar com assinatura do responsável da instituição solicitante.

De acordo com a chefe do Setor de Gestão Educacional, Cássia Freitas, a Estação Cabo Branco tem a missão de difundir e popularizar a ciência, a cultura e as artes para a inclusão social. “Temos a responsabilidade de coordenar tanto o processo de aula de campo como as visitas monitoradas, propondo alternativas para confirmá-la como ação efetivamente educativa e inclusiva, como outras atribuições que contemplem a ampliação e afirmação da Estação Cabo Branco como um meio perene de educação na interface da ciência e das artes”, explicou.

Cássia Freitas disse ainda que, a partir da instalação da primeira fase do Museu de Ciência, o setor de Gestão Educacional fez uma reestruturação nos procedimentos e ampliação das temáticas com algumas estratégias educacionais, a exemplo da divisão dos núcleos para as aulas de campo, no sentido de atender a grande demanda das escolas agendadas. “Com isso damos a oportunidade para que todos disponham de um melhor aproveitamento nas aulas de campo, com os conteúdos permanentes e rotativos existentes na Casa, de forma ampliada”, acrescentou.