Bancos devem oferecer alternativas de pagamento durante greve

Por - em 29

As empresas são obrigadas a disponibilizar outra forma de pagamento de contas durante a greve dos bancários iniciada nesta terça-feira (27), alerta o Procon de João Pessoa. Já os consumidores devem entrar em contato com a empresa para procurar alternativas de quitar seus débitos.

“Os consumidores já estão enfrentando a greve dos carteiros e agora a dos bancários. Apesar das dificuldades, eles devem entrar em contato com a empresa e solicitar outra forma de pagamento. Podem pagar pela internet, ligar e pedir o número do código de barras para pagar em casa lotérica, correspondente bancário e até nos caixas eletrônicos”, orientou o secretário executivo do Procon-JP, Sandro Targino.

Outra opção é verificar se podem quitar o débito na própria sede da empresa. É importante seguir a orientação, pois, mesmo durante a greve, se o consumidor não liquidar boletos bancários ou qualquer outra cobrança, não estará isento do pagamento e ainda será cobrado por multa e juros.

Consumidor não pode ser prejudicado – Segundo Sandro Targino, as pessoas não podem ser prejudicadas pela greve dos bancários. Por isso, se não for disponibilizada outra forma de pagamento e não tiver como quitar o débito, o consumidor deve registrar todos os encaminhamentos feitos na sua tentativa de não ficar com as contas atrasadas.

Além de pedir número de protocolo de atendimento na empresa credora, os pessoenses que forem prejudicados devem registrar a reclamação no órgão de defesa do consumidor. O Procon-JP também alerta que os bancários devem respeitar o percentual de atendimento mínimo de 30%, seguindo o que determina a Lei da Greve.

Quem precisar recorrer ao Procon para ter seus direitos garantidos, pode procurar o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, na sede do órgão, na Avenida Dom Pedro I, no Centro da Capital. Qualquer orientação também pode ser obtida através do telefone 0800 083 2015.