Banda 5 de Agosto homenageia músico Ângelo Sabino

Por - em 49

Dobrados e músicas populares farão parte do repertório incluído na retreta que a Banda 5 de Agosto vai fazer em homenagem ao trombonista Roberto Ângelo Sabino, o Cabelo de Cachorro. O músico era integrante do grupo e faleceu na semana passada, vítima de acidente de automóvel. A apresentação será no Ponto de Cem Réis, nesta sexta-feira (9), abrindo as atrações do projeto ‘Som das 6’, que começa às 18h. A realização é da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

Além de integrar a Banda 5 de Agosto, Roberto Ângelo Sabino era também o primeiro trombonista da Orquestra Sinfônica da Paraíba, juntamente com o músico Radegundis Feitosa, morto no mesmo acidente. Os dois faziam parte ainda do Sexteto de Trombones.

Para o maestro e regente da Banda 5 de Agosto, Adelson Machado, a perda do amigo e colega de trabalho é inestimável. “Ângelo era um músico completo e seu trabalho era de uma grandeza absoluta. Ele tocava conosco há três anos. Sua morte foi uma grande perda para a Paraíba”, afirmou. “Vamos homenageá-lo com uma retreta. Estamos ensaiando uma das músicas preferidas de Ângelo, que era ‘Amigo’, de Roberto Carlos”, lembrou.

O acidente de carro que vitimou Roberto Ângelo e mais três músicos aconteceu na BR 361, entre as cidades de Itaporanga e Piancó, no dia primeiro de julho, por volta das 10h.

Banda 5 de agosto – A 5 de Agosto começou suas atividades em maio de 1964. Até o desfile no dia 7 de setembro do mesmo ano, a banda funcionava extra oficialmente, quando o então prefeito Domingos Mendonça Neto sancionou a lei nº 620, criando oficialmente a instituição Banda de Música da cidade de João Pessoa com o nome ’05 de Agosto’, em homenagem à fundação da Capital.