BID confirma recursos para área de transportes e sistema viário

Por - em 26

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) receberá do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) recursos no valor equivalente a 500 mil dólares para investimentos na área de transportes e sistema viário da Capital. A confirmação da cooperação técnica foi repassada esta semana à Secretaria de Planejamento do município (Seplan) e deverá resultar em cerca de 400 mil dólares de recursos próprios doados pelo BID e outros 100 mil dólares de Aporte Legal. Na moeda nacional, os investimentos chegam a mais de R$ 890 mil a serem aplicados em melhorias do transporte da cidade.

“Temos a confirmação de uma cooperação técnica que será de extrema importância para começarmos a viabilizar mais ações e projetos de apoio à mobilidade urbana sustentável da nossa cidade. São recursos a serem aplicados em melhorias que, certamente, irão trazer mudanças e benefícios, principalmente, aos usuários de transportes coletivos, em sua maioria estudantes e trabalhadores, e motoristas que circulam nos principais corredores da Capital, como também contribuir para reduzir a emissão de dióxido de carbono nas nossas principais vias”, destaca o prefeito Luciano Agra.

O prefeito explica que a solicitação ao BID foi feita desde o final do ano passado, a partir de novos estudos para a elaboração de um projeto mais amplo de transportes a ser aplicado pela PMJP em pontos críticos da cidade. “São soluções mais amplas, que ainda demandam novos estudos e que, em médio prazo, deverão reduzir consideravelmente os problemas de circulação viária em algumas áreas de João Pessoa”, ressaltou.

Programa – A partir da cooperação técnica com o Banco Interamericano de Desenvolvimento, a prefeitura irá realizar novos estudos para colocar em prática o Programa de Transportes Coletivos e também o Corredor Expresso de Ônibus de João Pessoa.

O Programa de Transportes Coletivos irá dispor de várias ações que irão beneficiar, principalmente, os usuários dos ônibus urbanos de João Pessoa e, consequentemente, estimular o uso desse meio de transporte por uma maior parte da população. A ampliação do número de ônibus articulados e a criação de estações de transferência de passageiros dos ônibus convencionais para os veículos de alta capacidade estão entre algumas propostas do projeto.

“A idéia é proporcionar a racionalização dos serviços, a partir de um novo modelo de atuação, principalmente com a implantação de sistemas inteligentes de controle da oferta e da demanda no uso dos ônibus coletivos”, ressaltou o prefeito.

Corredor – Outro plano da PMJP, a partir da doação do BID, e através da Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans) é fazer novos estudos e pesquisas para a implantação do Corredor Expresso de Ônibus (veículos de alta capacidade), na Avenida Presidente Epitácio Pessoa.

Para isso, serão feitos estudos prévios onde será criado o corredor e os seus terminais. Entre eles, a prefeitura irá elaborar um levantamento das condições locais e estudos ambientais; uma análise do Sistema de Bilhetagem Única, já implementado, e os impactos do projeto no futuro; além de um projeto básico de Engenharia e Arquitetura do corredor e estações de ônibus.

“É importante lembrar que ainda temos muito a ser feito em termos de estudos e novas análises para podermos colocar em prática todas essas ações. Projetos esses que, com os recursos repassados pelo BID, vão ganhar uma nova dinâmica e começar a serem implantados já a partir do próximo ano”, afirmou Luciano Agra.