Bolsa Família: 20 mil novas famílias beneficiadas em JP

Por - em 36

Mais de 20 mil novas famílias de João Pessoa passarão a receber o benefício do Programa Bolsa Família a partir do mês de maio próximo. O ingresso desses novos beneficiários no programa acontecerá até o mês de outubro de 2009. Atualmente, 36.500 famílias recebem o benefício na Capital e, com a ampliação, esse total ficará em 56.896.

O secretário de Desenvolvimento Social (Sedes) da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), Edmilson Soares, explica que com a ampliação do programa, o município conseguirá beneficiar boa parte da demanda reprimida que figura no Cad-Único. “A medida contempla também a ampliação da faixa de renda per capita, alterada pelo Decreto nº 6824, publicado no Diário Oficial da União do último dia 16 de abril, que passou de R$ 120 para R$ 137, atendendo pessoas em condição de pobreza, e de R$ 60 para R$ 69 o limite de renda para as situadas na linha da extrema pobreza”, revela.

Quanto às famílias que tiveram seus benefícios cancelados por exceder o limite de R$ 120 da renda per capita, e atualmente somam até R$ 137 em rendimentos, o secretário esclarece que elas deverão procurar a coordenação do Programa Bolsa Família, localizada na unidade da Sedes, no Centro da Capital, para pedir a reversão do cancelamento. “Após a solicitação das famílias, enviaremos o pedido de reversão do cancelamento ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) para que possam voltar a receber o benefício”.

Em todo o País 1,3 milhão novas famílias ingressarão no programa este ano de forma gradativa, a partir do mês de maio. Os benefícios do Bolsa Família variam de R$ 20 a R$ 182, de acordo com a renda e a quantidade de crianças e adolescentes.

Atualização cadastral – Até o mês de agosto, a Coordenação do Bolsa Família de João Pessoa estará atualizando os dados cadastrais de 9 mil famílias beneficiárias do Programa. Segundo o secretário Edmilson Soares, esse recadastramento só é necessário para aquelas famílias que receberam no extrato de pagamento do benefício, a mensagem para procurar a coordenação local do programa.

“Quem não recebeu esta mensagem, não precisa se preocupar, pois já está com seus dados atualizados. Com a divulgação das notícias do encerramento do prazo para o envio da frequência escolar ao Governo Federal, muitas pessoas se confundiram e nos procuraram, achando que haviam perdido o prazo para o recadastramento. Essas famílias devem ficar sossegadas, pois as atualizações continuarão até o mês de agosto”.

Documentos – Para atualizar os dados, os beneficiários devem apresentar os documentos de todas as pessoas que compõem o núcleo familiar, como: RG, CPF, CTPS e título de eleitor, para todos maiores de 18 anos. Para os menores de 18 anos, é necessário apresentar a certidão de nascimento e a declaração da escola onde estuda. Para as crianças menores de 6 anos, além da certidão de nascimento, deverão apresentar o cartão de vacinação e o  código do Posto de Saúde onde a criança é atendida.

Diariamente, a coordenação do programa realiza cerca de 600 atendimentos, sendo 150  atualizações, 50  bloqueios e uma média de 120  consultas, informando se a família já foi contemplada ou não, em cada um dos turnos. O agendamento é realizado de segunda a quinta-feira, pois a sexta-feira é dedicada a atividades internas.