Bolsa Família implanta novo sistema de cadastro para atendimento

Por - em 265

O Programa Bolsa Família da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) retoma suas atividades normais a partir da próxima segunda-feira (11). A suspensão do atendimento ao público aconteceu para a implantação de uma versão mais atualizada do sistema do Cadastro Único (CadÚnico) dos Programas Sociais do Governo Federal. Durante a paralisação, a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) realizou ainda uma capacitação com os servidores sobre a nova versão, primando por um melhor atendimento e mais qualidade no serviço prestado à população.

O secretário adjunto de Desenvolvimento Social (Sedes), Antônio Jácome, afirmou que a partir de agora os usuários terão mais agilidade e maior resolutividade no atendimento, tendo em vista que a circulação de informações entre a Sedes e o MDS se dará em tempo real, ou seja, on line.

“Concluímos o trabalho dentro do prazo estabelecido de modo que estamos, neste momento, empenhados em aprimorar os serviços de atendimento ao público de maior vulnerabilidade do nosso município. Outra meta é identificar, através do cadastramento, e informar aos órgãos envolvidos na execução do Plano Brasil Sem Miséria, quais famílias necessitam acessar os benefícios do Governo e assim melhorar de vida”, afirmou Antônio Jácome.

No mesmo período de suspensão, outros 357 municípios dos estados da Paraíba, Ceará, Espírito Santo, Piauí, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul também interromperam seus atendimentos com o mesmo objetivo, seguindo determinação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Cadastramento descentralizado – O benefício para a população com a implantação do novo sistema é a descentralização da inscrição de novas famílias no CadÚnico.  A partir de agora, as famílias com renda mensal de até três salários mínimos ou renda per capita de até meio salário mínimo poderão se dirigir aos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) da Ilha do Bispo, Alto do Mateus, Cruz das Armas, Cristo, Valentina, Mandacaru, Gramame e São José para efetuarem seu cadastramento. O atendimento também é realizado nos Centros de Referência da Cidadania (CRCs) dos bairros de Mangabeira, Valentina, Funcionários II, Jardim Veneza, Costa e Silva, Cruz das Armas, Cristo, Ipês, Mandacaru, Roger e Bancários.

Segundo a coordenadora do CadÚnico/ Bolsa Família de João Pessoa, Maria Lúcia Enéas, inicialmente a prioridade dos atendimentos será dada àquelas famílias que se encontram com o benefício Bolsa Família bloqueado, e a medida que esses problemas forem resolvidos, serão atendidos os demais casos, inclusive os de busca espontânea.

“Para realizar o agendamento, será necessário que o beneficiário traga consigo a carta enviada pelo Ministério de Desenvolvimento Social (MDS) informando a necessidade de sua atualização cadastral, ou, o extrato de saque informando que seu benefício está bloqueado”, informou Maria Lúcia.

Dados – Em João Pessoa, há 83 mil famílias cadastradas no CadÚnico, onde 58.903 destas recebem o Bolsa Família, o que equivale a 235.612 beneficiados. Os valores pagos às famílias vão de R$ 38 até R$ 242 (o valor varia de acordo com a quantidade de filhos e se a pessoa recebe também o Fome Zero – benefício Básico, concedido as pessoas com renda per capita de menos de R$ 70).

A inscrição no CadÚnico pode trazer benefícios para as famílias como: Bolsa Família; isenção de taxa de inscrições em concurso público federal e no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); reduções nas contas de água e luz; carteira do idoso; programas habitacionais; Bolsa Universitária; entre outros.

Serviço – O Programa Bolsa Família de João Pessoa funciona na Sedes Centro, localizada na Rua Santos Dumont, n° 80. O telefone para outras informações é o 3214-3551.