Bolsa Família inscreve para primeira etapa de qualificação, nesta segunda

Por - em 63

As inscrições da primeira etapa de qualificação profissional para aos beneficiários do Programa Bolsa Família começam na segunda-feira (22). Nesta fase, estão sendo oferecidos 12 cursos, com capacidade para atender 633 alunos. A iniciativa é da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria Desenvolvimento Social (Sedes). O projeto, que tem o objetivo capacitar no total três mil famílias para a inclusão produtiva e ações de geração de renda, é fruto de uma parceria da administração pública com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

O secretário de Desenvolvimento Social, Alexandre Urquiza, explica que é fundamental ações complementares como esta, haja vista a situação de vulnerabilidade social vivenciada pelas famílias, “que em sua maioria encontram-se fora do mercado de trabalho e sem perspectivas que lhe assegurem os direitos sociais básicos”, observa. “Nesse sentido, precisamos garantir a elas autonomia e independência em relação a programas de transferência de renda, através de projetos de qualificação profissional para o trabalho para que possam consolidar um projeto de vida pessoal e coletivo”, complementa o secretário.

Um montante de, aproximadamente, R$ 132.340,00 estão sendo investidos nesta primeira etapa da ação. As inscrições vão ser realizadas nos locais onde acontecem os cursos. Para se inscrever é preciso ser beneficiário do Bolsa Família, ter a partir de 18 anos de idade, ter cursado o ensino fundamental até a 4ª série, além de saber ler e escrever. Porém, para os cursos de Técnicas de Recepcionistas será exigido o ensino médio incompleto. Os interessados deverão apresentar documento de identificação e o Número de Identificação Social (Nis).

O prazo para as inscrições segue até o dia 31 de dezembro. Os interessados em fazer parte de uma das 45 turmas devem se dirigir – sempre de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h – a um dos 11 Centros de Referência de Cidadania (CRC), ao Centro de Referência da Juventude do Alto do Mateus, ou ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da Ilha do Bispo. Outra opção são as associações comunitárias do Bessa e Oitizeiro, ou ainda os grupos comunitários do Bairro dos Novais, Mussumagro e Alto do Mateus. A aula inaugural está programada para o dia primeiro de novembro, sendo o início oficial da capacitação no dia 5. A duração média de cada qualificação é de três meses.