Cais atenderá 113 mil pessoas e amplia acesso à saúde em JP

Por - em 37

Pelo menos 113 mil pessoas serão beneficiadas com a entrega do Centro de Assistência Integrada da Saúde (Cais) do Cristo Redentor, que pertence ao Distrito Sanitário II. A inauguração acontece na próxima quarta-feira (28), às 10h. A solenidade contará com a presença do prefeito da Capital, Ricardo Coutinho (PSB). A obra representou um investimento total de R$ 922 mil, com recursos da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) e do Governo Federal.

A secretária Municipal de Saúde (SMS), Roseana Meira, informou que a entrega do Centro faz parte de um conjunto de ações voltadas à expansão da rede municipal de saúde. “Nós estamos desenvolvendo uma política de construir serviços por distrito sanitário. Faz parte da rede de cuidados e saúde. Há outros Cais também em Jaguaribe, Mangabeira e Cruz das Armas”, observou.

Já a diretora geral do Cais do Cristo Redentor, Ivoneide Lucena Pereira, o local vai beneficiar também comunidades que precisam de cobertura do Programa Saúde da Família (PSF). “Além das 100 mil pessoas assistidas pelo Distrito Sanitário II, vão ser atendidas ainda cerca de outras 13 mil que não têm cobertura do PSF”, afirmou.

Estrutura – O total da área construída é de 1,7 mil metros quadrados, aproximadamente. O prédio está dividido em quatro setores. Um dos ambientes da parte térrea é o da Atenção Básica, que funcionará de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h. Esse espaço atenderá as 13 mil pessoas oriundas das áreas sem cobertura de PSF. A população terá acesso a pediatras, clínicos, dentistas, enfermeiros, fisioterapeutas e serviços de farmácia. Também no local haverá uma sala específica para a coleta de exame citológico durante os turnos da manhã e tarde.

Ainda no térreo ficará o Pronto Atendimento para Urgência, que abrirá das 7h às 19h, com médicos clínicos e pediatras. Vai funcionar diariamente, inclusive durante feriados e finais de semana. Já o terceiro setor fica no primeiro andar e é chamado de Centro de Especialidades Odontológicas (CEO). No local, haverá procedimentos como cirurgias, atendimento a pacientes portadores de necessidades especiais, endodontia e raios-X. As consultas serão agendadas a partir dos PSFs. Mas, caso a pessoa more em área sem tal cobertura, a marcação pode ser feita pelo Atendimento Básico do próprio Cais.

O quarto setor, que é o de Especialidades Médicas, também fica no primeiro andar. Nele, o paciente terá acesso a pneumologistas, reumatologistas, alergologistas, psiquiatra e gastroenterologistas. A marcação de consulta segue a mesma regra do CEO.